Frete Grátis
  • Google Plus

Mulheres Inteligentes Jogam para Ganhar (Cód: 2869564)

Trump,Ivanka

Casa Da Palavra

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 7,00
Cartão Saraiva R$ 6,65 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Em Mulheres inteligentes jogam para ganhar, Ivanka Trump conta sua trajetória de sucesso: filha de Donald Trump, é sua maior Aprendiz desde criança, tendo recebido valiosos ensinamentos que a levaram a apostar em seus pontos fortes e vencer nos negócios e na vida, além de ter aprendido a confiar nos próprios insights, o que a tornou uma personagem respeitada no mundo corporativo. Nascida em uma das famílias mais conhecidas dos Estados Unidos,conseguiu evitar muitas das armadilhas que normalmente ameaçam filhos de pais ricos e famosos (festas de arromba, abuso de drogas e outros comportamentos desastrosos), para se transformar em uma mulher centrada e bem-sucedida, que se tornou modelo, empresária e vice-presidente da Organização Trump. Disposta a compartilhar o que aprendeu em algumas das melhores instituições de ensino norte-americanas, bem como a educação que obteve dos talentosos pais, Ivanka Trump é uma autora direta e bastante consciente de que algumas pessoas poderão considerar suas conquistas resultado de seu berço, mas não se abala; reconhece as próprias vantagens e esclarece que teve de batalhar para superar todas as expectativas, apresentando conselhos inteligentes, positivos e bem estruturados, e demonstrando ambição, graça e humildade.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Casa Da Palavra
Cód. Barras 9788563066060
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788563066060
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2010
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 224
Peso 0.44 Kg
Largura 16.00 cm
AutorTrump,Ivanka

Leia um trecho

NÃO IMPORTA DE ONDE VOCÊ COMECE: SUPERE TODAS AS EXPECTATIVAS NO TRABALHO E NA VIDA INTRODUÇÃO Estou plenamente consciente das boas cartas que recebi na vida. E sou muito grata por elas. Também entendo que há algo inerente e condescendente sobre qualquer jovem de 27 anos que tente aconselhar as pessoas – em particular quando se trata de mim, nos meus 27 anos, que ainda tenho muito a aprender. Não importa quantos acordos já tenha fechado ou quantos empresários retornem às minhas ligações. Ainda sou uma recém-formada dando os primeiros passos na carreira. Mas essa é exatamente a questão. Os jovens têm muito a oferecer em comparação uns aos outros. Quando procuro um livro para me ajudar a resolver um problema nos negócios, não procuro um manual empedernido escrito por um homem de sessenta anos com base em sua longa carreira. Quero consultar alguém que ainda sabe como era virar a noite com a cara metida nos livros às vésperas de uma prova. Alguém que ainda sente a ansiedade de falar em público pela primeira vez numa grande reunião. Que ainda se arrepia ao abrir a caixinha de cartões de visita após ter sido promovido pela primeira vez. Que vai trabalhar num domingo de manhã depois de ter passado a noite dançando com os amigos. Queira ou não, esta sou eu. Acredite ou não, esta sou eu. Apesar do meu título, do meu “pedigree” e das minhas responsabilidades, sou apenas uma jovem como outra qualquer. Questiono meu papel na vida. Luto para encontrar o equilíbrio entre o trabalho e a diversão. Vou ao cinema ou saio com os amigos, mas também priorizo o trabalho. E, mesmo acreditando que esteja quase certa, procuro um estilo de vida que se harmonize com alguém na minha posição profissional, um estilo que expresse meu espírito, diligência e seriedade, tudo ao mesmo tempo. Basicamente, procuro as mesmas coisas que tantas outras jovens em início de carreira. E, acredite, não estamos apenas seguindo os sábios e velhos mestres veteranos quanto ao que vestir no trabalho, como se preparar para uma reunião importante ou quando agarrar uma oportunidade. Seguimos os mais jovens da mesma maneira que teríamos procurado uma amiga que estivesse cursando um ano à frente ou uma irmã mais velha. Por que escrever um livro a essa altura de minha carreira? Em uma palavra: televisão. Se não tivesse entrado no grupo do programa de reality show do meu pai, O aprendiz, nem estaríamos conversando agora. O programa é um grande sucesso de audiência, que chegou a atrair mais de cinqüenta milhões de telespectadores por semana. E mudou tudo para mim. Apesar de ser uma pessoa pública, sempre fui reservada e, até entrar no programa, era capaz de administrar minha vida e tomar conta de mim mesma. Gostava disso. Ninguém prestava muita atenção em mim além do necessário. Era capaz de ser notada numa mesa de reuniões ou num canteiro de obras, mas, se não estivéssemos tratando de algum assunto de modo direto, nem sequer seria reconhecida. Era bastante fechada, alguém fora do círculo de atenção pública. A televisão mudou tudo isso, de imediato. Não sou sequer a estrela do programa, apenas uma coadjuvante, mas comecei a receber uma enorme quantidade de correspondência dos espectadores, desde a primeira vez que apareci. Os reality shows da televisão são um gênero tão íntimo, que as pessoas nos vêem como somos – e se identifi caram comigo. Agora que havia me transformado num tipo de celebridade, pareciam gostar que eu fosse um pouco diferente das outras jovens bem-sucedidas de minha geração – alguém que parecia mais focada em construir uma carreira e fazer com que minha família se orgulhasse do que em querer aparecer na frente das câmeras. Ouvi as mães me agradecerem por dar bom exemplo às suas fi lhas. E ouvi essas fi lhas pedirem conselhos sobre como vencer no mundo profissional. Achei isso bem legal. Inesperado, porém legal. E, quanto mais pensava no assunto, mais fazia sentido. Afi nal, meus irmãos e eu éramos os “aprendizes” originais. Passamos grande parte da vida aprendendo as manhas dos negócios tendo como exemplo nossos pais. Não, Donald Trump não podia nos demitir – pelo menos não até começarmos a trabalhar para ele –, mas, em todos os outros aspectos, foi um aprendizado e tanto. Milhões de pessoas o procuraram para ouvir seus conselhos ao longo dos anos, portanto era inevitável que uma nova geração de novos empreendedores nos procurasse para conhecer nossa versão da fórmula Trump. No início, tentei responder à maioria das cartas e e-mails que recebi, mas, no fim, tornou-se impossível. Então, encarei a questão do mesmo modo que teria feito para resolver qualquer outro problema: olhei-o sob uma nova perspectiva. Pensei: “Como atingir todas essas jovens de modo mais eficaz?” Só mais uma explicação sobre a ideia de escrever um livro. Para dizer a verdade, um nome: Oprah. Fui convidada para o programa dela a fim de promover minha nova coleção de joias – meu primeiro empreendimento solo fora dos negócios da família. Estava absolutamente eufórica, porque sempre fui uma grande fã de Oprah Winfrey. Durante a entrevista, ela me elogiou por conseguir evitar as armadilhas que paralisam outros filhos privilegiados e por me dedicar a abrir meu próprio caminho. Foi uma honra ouvi-la dizer isso. Mas houve uma emoção ainda maior. Oprah usava um par lindíssimo de brincos – em forma de O, claro – da Coleção Ivanka Trump. Eu os havia dado a ela como presente de agradecimento por ter me convidado para o programa, mas não esperava que os usasse durante a entrevista. Foi um gesto muito gentil da parte dela. Poucos dias depois da gravação, recebi uma adorável carta manuscrita de Oprah, agradecendo-me pelos brincos e cumprimentando-me pelas várias conquistas. Ela ainda me considerou um modelo de mulher do século XXI. Foi outro gesto gracioso de Oprah, embora o que me tocou foi algo além da carta propriamente dita. Foi o que Oprah havia dito. Aquelas palavras foram tão importantes que emoldurei a carta e a coloquei em cima de minha mesa de trabalho. Espero que Oprah não se importe com essa revelação, porque ela é um dos principais modelos de minha vida. Acho que ela é a empreendedora mais influente do mundo, então tomei suas palavras como um tipo de cobrança – deveria compartilhar visões e experiências com todos os que quisessem trilhar o mesmo caminho. Daí a ideia do livro, que, espero, sirva de fonte para jovens mulheres que estejam começando a carreira, ou talvez procurando dar-lhe novo fôlego no meio econômico incrivelmente desafiador de hoje. E não é apenas o cenário profissional que é tão desafiador para as mulheres. O caminho pessoal também é. Há tantas escolhas a serem feitas, tantas oportunidades, tantas mudanças, que mal conseguimos prevê-las. É muito fácil perder o compasso e errar a direção, e acabar numa estrada completamente equivocada. Foi por isso que comecei a escrever este livro.

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Mulheres Inteligentes Jogam para Ganhar