Frete Grátis
  • Google Plus

Muncle Trogg e o Burro Voador (Cód: 4571371)

Foxley,Janet

Intrinseca

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

Economize até R$ 1,25

R$ 23,66 (-5%) em até 1x no crédito R$ 23,66 (-5%) no boleto
R$ 24,90
Cartão Saraiva R$ 23,66 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Muncle Trogg, o menor gigante do mundo, está preocupado. O Monte das Lamentações, lar de todos os gigantes, tem dado sinais de que vai explodir, mas tudo que aqueles grandalhões conseguem pensar é em celebrar que os humanos foram embora do sopé da montanha. Sorte a dele que Emily, uma menina que conhecera quando, certa vez, tentou se passar por um garoto humano, não o abandonou – e ela tem uma ideia. Se os gigantes não querem dar ouvidos ao pequeno Muncle, talvez ouçam o mais inteligente e prodigioso dos animais: o burro voador!


Um conto de fadas às avessas, Muncle Trogg e o burro voador é o segundo volume da série estrelada por Muncle, Emily e o dragão Snarg, que irá encantar crianças de todas as idades.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Intrinseca
Cód. Barras 9788580572810
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788580572810
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Tradutor Rafael Spiegel
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Idioma Português
Número de Páginas 208
Peso 0.26 Kg
Largura 14.00 cm
AutorFoxley,Janet

Leia um trecho

Conheça Muncle e sua família
Bem-vindo ao Monte das Lamentações

Capítulo 1

– Não me derrube, gritt! – berrou Muncle, sacudindo nos ombros enormes do irmão mais ovo.
– Desculpe – disse gritt, ofegante –, mas Pá já está na Fazenda dos Pequenotes. Não quero deixar de vê-lo pegando um boi. Vai ser emocionante! Muncle se segurava no cabelo de gritt enquanto o irmão se incumbia de descer a montanha dispersando o rebanho de ovelhas.
Era a primeira jornada de caça deles. Antes da grande Batalha de Pequenotes – a primeira em séculos –, apenas caçadores como Pá eram autorizados a sair do Monte das Lamentações, e eles tinham que rastejar e se deslocar durante a madrugada.
Mas, agora que tinham posto os Pequenotes para correr, o Rei Thortless Décimo Terceiro anunciara que todos poderiam sair quando quisessem mesmo em plena luz do dia. Pá estava esperando os dois na base do Monte das Lamentações, perto dos campos de Pequenotes.
Do outro lado de uma fina cerca de metal, estavam alguns animais malhados de preto e branco com cara de sono. Eles ficaram observando os três gigantes com curiosidade. Os campos eram cobertos de poças em tom marrom-escuro. Ao chegarem lá, gritt pôs Muncle no chão.
– Obrigado – disse Muncle. Ao menos uma vez, ele viu muita utilidade em ter um irmão mais novo que era o mais forte entre todos os garotos de sete anos do Monte das Lamentações. Sozinho, teria levado muito tempo para chegar até ali. – Esses são os bois? – sussurrou gritt, assombrado.
– Vacas – respondeu Pá. – a mesma coisa, apenas um pouco menores.
– Mas, ainda assim, são bem maiores que as ovelhas – constatou Muncle.
– Mas não tão grande quanto eu – disse Pá, estufando o peito.
– E elas são lentas, muito lentas. Vou pegar uma num piscar de olhos. Então, ele pulou a cerca de metal. E as vacas começaram a se afastar.
 – Tomem cuidado para não encostar nas cercas, garotos –alertou Pá, desdobrando a rede de caça. – os Pequenotes colocam encantos nelas.
 – Encantos? – perguntou Muncle. – Por que você acha isso?
– Uma vez, topei com uma cerca, e a mágica correu por dentro de mim como se fosse um calafrio. É melhor dar a volta e entrar pelo portão, Muncle. A cerca é muito alta para você. Gritt, você vem comigo.
E cuidado com os splashes.
– Com o quê? – perguntou gritt, passando cuidadosamente por cima da cerca. – Splashes– respondeu Pá, apontando para as poças em tom marrom-escuro.
– É o nome que damos àquilo que sai pelo traseiro das vacas. Agora, garotos, vejam como se caça uma vaca. Você a persegue atira a rede nela e depois a derruba no chão. Observem e aprendam. Pá correu atrás das vacas. Gritt correu atrás de Pá. E as vacas fugiram.
No fim das contas, até que elas não eram tão lentas assim. Muncle suspirou. Aquilo ainda levaria um bom tempo. Ele caminhou até o portão, pensativo.
Como uma cerca tão fininha como aquela conseguia deter todas aquelas vacas grandes?
Sua amiga Pequenote, Emily, dissera a ele que não havia mágica, mas como Pá tinha, de fato, sentidoum encanto Pequenote… Bem, às vezes Muncle não sabia em que acreditar.
Agora as vacas rumavam para o portão – com Pá e gritt na cola delas. No último minuto, as vacas mudaram de direção. Assim como gritt.

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Muncle Trogg e o Burro Voador