Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
  • Google Plus

Nadja (Cód: 1981865)

Breton,Andre

Cosac Naify

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 69,00 em até 2x de R$ 34,50 sem juros
Cartão Saraiva R$ 65,55 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 23,00 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Nadja

R$69,00

Descrição

Narrativa chave na obra de André Breton, compondo uma trinca com 'Les Vases communicants' (1932) e 'L’Amour fou' (1937), o aparecimento de 'Nadja', em 1928, encena em toda sua complexidade o encontro entre a realidade e fantasia – estetização da vida, politização da arte – que sempre habitou o coração do surrealismo. Acolhido como um acontecimento literário, mesmo por desafetos do autor – como o antes próximo, Jean Cocteau –, Nadja já nasce sob o signo da revolução: ironicamente, um clássico moderno, quase contradição nos termos para os surrealistas, que abominavam a forma acabada e o fluxo da criação estancado, mas um clássico convulso e inquietante. Sua nova edição brasileira, em cuidadosa tradução, totalmente revista, de Ivo Barroso, situa a obra no contexto surrealista, na apresentação de Eliane Robert Moraes, além de contar com amostras de fortuna crítica (textos de Walter Benjamin e Maurice Blanchot, entre outros) e bibliografia específica.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Cosac Naify
Cód. Barras 9788575035986
Altura 21.50 cm
I.S.B.N. 9788575035986
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Capa dura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 179
Peso 0.45 Kg
Largura 14.00 cm
AutorBreton,Andre

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Nadja