Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Nunca daremos o primeiro passo depois de cair (Cód: 4890535)

Editora Leya Portugal (edi??o digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 2,67

Por: R$ 2,54

em até 1x de R$ 2,54 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Nunca daremos o primeiro passo depois de cair

R$2,54

Compre junto:

Nome do produto

Descrição

Dir-se-ia prelúdio, introdução ou preludium como intersecção de viajantes a cruzarem olhares. Olhares em forma de palavras a ditarem sentenças sem pretensões morais ou de escárnio, ironias da vida como fados vadios em becos apedrejados pelo frio que nos acolhe em noites de multidões de luares abraçados, sem serem nada, a serem apenas palcos iluminados a fraca luz em deteorados edifícios (quase ruínas) edificam memórias como frames gravadas num olhar perdido na névoa de fumo em intervalos de tragos na paz cor tinto sabor acre atroz verdadeiro, sagaz. A vida despida de concepções ilusórias cobre-se de aparentes noites boémias, melancolias à solta, sorrisos que se tocam, momentâneos e passageiros como vagabundos loucos que somos, meros punhos fechados de abraços a vaguear. 'Acaba de surgir a manhã, E com ela, nada de real.' Como descreve José Figueiredo.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Editora Leya Portugal (edi??o digital)
Acabamento e-book
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 07/07/2014
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9789892036328