Frete Grátis
  • Google Plus
Livro Digital

O bilhete premiado (Cód: 9125640)

Ramiro Alves

publique-se!

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 4,99
Cartão Saraiva R$ 4,99

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O bilhete premiado

R$4,99

Descrição

O que você faria se tivesse a oportunidade de furtar um bilhete de loteria no valor de R$ 68.000.000,00?
Ainda mais se você tivesse sido a pessoa a fazer esse jogo?
Delmira, de origem nordestina, mulher honesta e trabalhadeira, era cuidadora de um idoso de 75 anos de idade e, nos finais de semana, para engordar o orçamento familiar, sacrificado devido aos 6 filhos que tinha com Severino, trabalhador, mas alcoólatra contumaz, fazia faxina geral nos bairros próximos.
Nascida em berço miserável, nunca tivera a chance de juntar um dinheirinho para ter uma casa decente, roupas em profusão e lazer. Trabalhava desde os seis anos de idade.
No nordeste, capinava a lavoura, de onde chegou a bordo de um pau-de-arara. Aqui sempre trabalhara de doméstica, pois não conseguira estudar para melhorar seu nível escolar e nível de vida.
Apesar de todos esses dissabores, embora estivesse próximo dos 37 anos, ainda, quando bem arrumadinha, tinha seus atrativos. A vida não lhe tinha sorrido, todavia ela não era frustrada e revoltada contra o mundo.
Seu patrão era bom, calmo, educado e, de vez em quando, dava-lhe dinheiro para comprar frutos para os filhos, sendo motivo de alegria no seu simplório lar. O idoso, aposentado, tinha como passatempo as salas de bate-papo e acesso às redes sociais, utilizando-se de um notebook presenteado por sua filha. Mais para ter do que reclamar, do que propriamente para ganhar, ele jogava, a aposta mínima, em todos os concursos da Mega Sena. Seus acertos eram tão poucos que ele, após a conferência, ralhava, amassava o bilhete e atirava-o ao lixo.
Mas, um dia, com a página do notebook aberta com o resultado do jogo, saiu momentaneamente para atender ao telefonema de sua filha.
Delmira, que não costumava apostar, nesse dia, incentivada pelo prêmio acumulado de mais de R$ 68.000.000,00, decidiu que valia a pena arriscar um joguinho de seis dezenas, já que seu patrão, por intermédio dela, estava fazendo o mesmo. Dois bilhetes, duas apostas feitas pelo sistema...
Ao confrontar os bilhetes com o resultado, um deles premiado, seis dezenas 'na cabeça', o outro nada - o dela!
O que fazer?
Trocar os bilhetes e deixar o premiado para o patrão?
Ela os trocou.
Aí começaram os acontecimentos inusitados nas vidas dessas três pessoas.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca publique-se!
Cód. Barras 9999091256407
Início da Venda 15/09/2015
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Não
Idioma 333
Código do Formato Epub
Ano da Publicação 115
Peso 0.00 Kg
AutorRamiro Alves

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O bilhete premiado