Frete Grátis
  • Google Plus

O Cinema de Meus Olhos - Col. Vinicius de Moraes (Cód: 344576)

Moraes, Vinícius De

Companhia Das Letras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 62,90 R$ 55,30 (-12%)
Cartão Saraiva R$ 52,54 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 27,65 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

'Terríveis são as viagens no tempo e 'O Cinema de Meus Olhos é uma Delas'. Terríveis hoje em dia, pois remetem a um passado que era quase um futuro, um passado que se mostra muito mais refinado que estes duros choques do presente. O cinema era uma seqüela do sonho e virou um trem fantasma envenenado, uma sucursal da guerra. Nesta viagem no tempo que são as crônicas de Vinicius, vemos que o cinema já teve uma alma, e que mesmo os mais comerciais produtos de Hollywood tinham inocência. Como era delicado o mundo sem a televisão... As imagens se moviam com um desejo de permanência, que hoje a poluição visual da 'iconosfera' massacrou. Que poderemos ver, se tudo é uma horda infernal de imagens uivando por um lugar ao sol da mídia? Só o silêncio poderá salvar-nos desta gritaria.
'Quando Vinicius ia ao cinema, a imagem era uma esperança, não um ferro-velho se amontoando em nossos olhos. Cada fotograma aspirava a um sentido, cada filme buscava uma remissão. A 'Arte' ainda era uma força revolucionária. Um mundo belo e ingênuo fluía nas telas dos odeons, dos palácios, dos politeamas, dos roxies, dos rians, enquanto Vinicius andava de bicicleta com Rubem Braga no Leblon. O cinema tinha aura, hoje não tem mais. Antes éramos fans, hoje somos targets. Antes íamos sonhar no escuro, hoje vamos nos aturdir mais que na rua. Hoje toda fotografia é genial e todo filme uma droga. Mas não pensem que as crônicas e críticas aqui contidas sejam repassadas de ingenuidade e inocência, ou toscas visões de um crítico amador. Vinicius demonstra uma noção do que é (ou do que poderia ter sido o cinema) que arroja na ignorância os videoclipeiros, os intoxicados tecnicistas de hoje, que pensam que tudo começou agora. A ignorância é hoje, inocência é hoje, numa arte que parece andar para trás quanto mais os meios técnicos se aprofundam. Hollywood ainda sonhava um sonho democrático, Hollywood ainda não era o exterminador do futuro do cinema. Ler as crônicas de Vinicius não é um passeio por um passado que acabou, é viajar a um futuro que não veio.'

Arnaldo Jabor

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Companhia Das Letras
Cód. Barras 9788571642119
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 8571642117
Profundidade 0.00 cm
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 312
Peso 0.44 Kg
Largura 13.00 cm
AutorMoraes, Vinícius De

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O Cinema de Meus Olhos - Col. Vinicius de Moraes

O Cinema de Meus Olhos - Col. Vinicius de Moraes (Cód: 344576) O Cinema de Meus Olhos - Col. Vinicius de Moraes (Cód: 344576)
R$ 55,30
O Cinema de Meus Olhos - Col. Vinicius de Moraes (Cód: 344576) O Cinema de Meus Olhos - Col. Vinicius de Moraes (Cód: 344576)
R$ 55,30