Frete Grátis
  • Google Plus

O Estado Como Obra de Arte (Cód: 3892545)

Burckhardt, Jacob

Penguin E Companhia Das Letras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 19,90 R$ 14,90 (-25%)
Cartão Saraiva R$ 14,16 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O Estado Como Obra de Arte

R$14,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

'O estado como obra de arte' foi originalmente publicado em 1860 como a primeira parte de 'A cultura do Renascimento da Itália', livro mais influente do historiador suíço Jacob Burckhardt (1818-97) e referência obrigatória sobre um dos períodos capitais da história do Ocidente. O autor explica a tumultuada política italiana entre os séculos XIV e XVI a partir da constatação de que os tiranos e déspotas que arrebataram o poder nos pequenos Estados da península, então divididos entre as influências antagônicas do Papado e do Sacro Império Romano-Germânico, passaram a conceber as estruturas estatais como “produto da reflexão, criações conscientes, embasadas em manifestos e bem calculados fundamentos” — isto é, à maneira das obras de arte projetadas por criadores geniais como Rafael Sanzio (1483-1520), Boticelli (c. 1445-1510) e Leonardo da Vinci (1452-1519), não raro contratados para embelezar os suntuosos palácios construídos por esses soberanos. Segundo Burckhardt, os novos governantes da península, embora mais interessados em enriquecer, perpetuar-se no poder e eliminar — quase sempre com extrema violência — as forças de oposição, inspiraram-se nas realizações políticas dos antigos gregos e romanos, e, aconselhados por intelectuais da estatura de Maquiavel (1469-1527) e Baldassare Castiglione (1478-1529), acabaram lançando as bases institucionais do Estado burocrático moderno.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Penguin E Companhia Das Letras
Cód. Barras 9788563560377
Altura 20.00 cm
Profundidade 0.60 cm
Tradutor Modesto Florenzano
Ano da edição 2012
Idioma Português
Número de Páginas 128
Peso 0.13 Kg
Largura 13.00 cm
AutorBurckhardt, Jacob

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O Estado Como Obra de Arte