Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

O genocídio como exceção ao princípio da não-intervenção internacional (Cód: 9342139)

Melo,Álisson José Maia

publique-se!

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 2,99

em até 1x de R$ 2,99 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


O genocídio como exceção ao princípio da não-intervenção internacional

R$2,99

Descrição

O direito ou princípio internacional à não-intervenção, de forma absoluta, nunca chegou a ganhar eficácia desde que foi criado. Assim, não pode ser mais considerado dessa forma (absoluta) pelo direito internacional. É preciso que se faça uma interpretação não-absoluta e razoável desse princípio.
O sistema de proteção internacional dos direitos humanos pode ser uma saída para a possibilidade de intervenção, co-mo ocorre em poucas situações. No en-tanto, há certos casos em que, dadas a urgência e a relevância, a burocracia e a ineficiência da Organização das Nações Unidas prejudicam o direito à vida de diversos indivíduos.
Com essa perspectiva, e também numa perspectiva cultural do Direito, e da pro-teção da cultura enquanto diversidade e, em última instância, humanidade, a pre-sente obra tem como objetivo apontar se é possível que um Estado intervenha em outro sem a autorização do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca publique-se!
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Gratuito Não
Proteção Drm Não
Início da Venda 15/05/2016
Código do Formato Pdf
Cód. Barras 9788591676903
Ano da edição 2014
Ano da Publicação 2014
AutorMelo,Álisson José Maia