Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8
e-book

O MPF e a Utilização do TAC no Direito à Saúde (Cód: 9395548)

Stephanos Demetriou Stephanou Neto

publique-se!

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 20,00

em até 1x de R$ 20,00 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


O MPF e a Utilização do TAC no Direito à Saúde

R$20,00

Descrição

O presente estudo tem como objetivo analisar a atuação extrajudicial do Ministério Público Federal, através do termo de ajustamento de conduta, na busca pela implementação do direito à saúde.

O direito à saúde, nos termos da Constituição Federal, é uma garantia fundamental de todo o cidadão brasileiro. Entretanto, passados mais de vinte anos da promulgação da Carta Magna, o Sistema Único de Saúde ainda não promove o acesso universal e integral dos seus serviços para grande parcela da população.

Os comandos constitucionais foram firmados explicitamente de modo a assegurarem a sua eficácia, objetivando a concretização dos direitos fundamentais, diante das exigências crescentes do Estado Democrático de Direito e do dever estatal na promoção da saúde, seja preventiva, terapêutica ou curativa, em indissociável relevância pública.

Porquanto a atribuição do Poder Público no atendimento integral à saúde, no caso de omissão ou deficiência nos serviços prestados através do Sistema Único de Saúde, a intervenção do Ministério Público Federal, na defesa da “ordem jurídica” (artigo 127, caput, da Constituição Federal), será necessária para “zelar pelo efetivo respeito dos poderes públicos e dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados nesta Constituição, promovendo as medidas necessárias a sua garantia” (artigo, 129, inciso II, da CF). Verificar-se-á, também, a competência do Ministério Público Federal para a atuação no processo de aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde.

O livro foi dividido em três capítulos: o Ministério Público Federal e a tutela coletiva; o termo de ajustamento de conduta; e o direito à saúde: a busca pela efetividade através do termo de ajustamento de conduta.

No primeiro capítulo, antes de adentrar nos aspectos específicos do Ministério Público Federal, com relação a sua legitimidade na defesa dos interesses transindividuais e dos instrumentos disponíveis na defesa dos direitos difusos, coletivos e interesses individuais homogêneos, será abordada a tutela coletiva, em breve definição, e das consequências práticas no trabalho do Procurador da República.

No segundo capítulo, as noções gerais, os requisitos mínimos e a natureza jurídica do termo de ajustamento de conduta serão expostas. O objeto de celebração do instituto será tratado com ênfase na eficácia e no caráter de título executivo do compromisso.

No derradeiro capítulo, o direito à saúde exemplificará o objeto central do trabalho: a atuação extrajudicial do Ministério Público Federal, utilizando-se do termo de ajustamento de conduta para a implementação dos direitos difusos e coletivos. Dessa maneira, se apresentará as normas fundamentais do Sistema Único de Saúde e o caráter imperativo de sua aplicação, bem como a competência da esfera federal do Parquet na busca pela efetividade da assistência à saúde.

Assim, tem-se como finalidade fundamental, a necessidade de uma postura convergente entre o Ministério Público Federal, os Agentes Públicos, os trabalhadores de saúde e os usuários do Sistema Único de Saúde na busca pela melhoria dos seus serviços. O termo de ajustamento de conduta pode representar uma oportunidade para ampliar a participação da sociedade na discussão das dificuldades enfrentadas no atendimento às questões da saúde, apontando possíveis soluções para viabilizar a sua promoção universal e integral, que amplie, também, a noção de cidadania e de responsabilidade para todos os envolvidos.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca publique-se!
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Gratuito Não
Proteção Drm Não
Início da Venda 16/11/2016
Código do Formato Pdf
Cód. Barras 9999093955483
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Ano da Publicação 116
AutorStephanos Demetriou Stephanou Neto