Frete Grátis
  • Google Plus
Livro Digital

O mulato (Cód: 4078830)

Azevedo,Aluísio

Editora Moderna (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 17,50
Cartão Saraiva R$ 17,50

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O mulato

R$17,50

Descrição

Em O mulato, temos a história de Raimundo, filho de José Pedro da Silva, ex-traficante de escravos e comerciante, e da negra Domingas. Depois de estudar na Europa, desde a infância, Raimundo retorna a São Luís do Maranhão com a intenção de liquidar a herança deixada pelo pai, já falecido, para depois estabelecer-se na corte. Mas Raimundo não conhece a verdadeira história de sua origem. Depois de seu nascimento, o pai casou-se com Quitéria, mulher branca. Esta, suspeitando do carinho que o marido dedicava a Raimundo e à negra Domingas, desconfiou de algo e resolveu vingar-se, mandando torturar barbaramente a escrava, que enlouquece. José Pedro, com medo da crueldade da mulher, leva Raimundo para a casa do irmão, Manoel Pescada, em São Luís. Quando volta à fazenda, surpreende Quitéria em pleno adultério com o padre Diogo. Humilhado, José Pedro mata a mulher, na presença do padre. Como são ambos culpados, fazem um pacto e acobertam suas faltas. Algum tempo depois, José Pedro é assassinado numa emboscada. Aos poucos, o padre Diogo começa a insinuar-se na casa de Manoel Pescada, exercendo grande influência na família. Quando, voltando da Europa, é recebido pelo tio em sua casa, Raimundo ignora toda essa história. Apaixona-se pela prima Ana Rosa e é correspondido por ela. Mas esse amor se defronta com três fortes obstáculos: o pai de Ana Rosa quer vê-la casada com Dias, um dos caixeiros de sua loja; a avó Maria Bárbara é uma mulher racista e não gosta dele; o padre Diogo, agora cônego, é seu inimigo natural pelo que aconteceu com José Pedro. Todas essas pessoas conhecem o passado de Raimundo e sabem que ele é filho da escrava Domingas. Quando Raimundo insiste em querer casar-se com Ana Rosa, o tio confessa-lhe que, apesar de ele ser um homem educado e bem apresentável (Raimundo é mulato mas tem fortes traços portugueses herdados do pai), não pode dar a jovem ao filho de uma escrava. Raimundo procura conhecer os detalhes de sua origem e continua a ver Ana Rosa, imaginando com ela um plano de fuga. Mas o caixeiro Dias intercepta uma carta dos dois e fica sabendo do plano, revelando-o ao cônego. A fuga não se realiza e, numa discussão em família, Ana Rosa confessa que está grávida. Raimundo é expulso e, ao voltar para casa, é assassinado por Dias, que tinha sido instigado pelo cônego. Ana Rosa aborta. Há um corte temporal no romance e, seis anos depois, vemos Ana Rosa casada com Dias e já mãe de três crianças, gozando tranqüilamente uma boa vida burguesa.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Editora Moderna (Edição Digital)
Cód. Barras 9788516076474
Início da Venda 16/07/2012
Coleção / Série Coleção Travessias
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Proteção Drm Sim
Idioma Português
Peso 0.00 Kg
AutorAzevedo,Aluísio

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O mulato