Frete Grátis
  • Google Plus

O Museu do Peixe Morto (Cód: 2884597)

D'Ambrosio,Charles

Grua Livros

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 42,00
Cartão Saraiva R$ 39,90 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 21,00 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Os oito contos de O Museu do peixe morto apareceram originalmente em importantes publicações americanas como The New Yorker e fizeram parte de coletâneas como The Best american short stories (2004 e 2005). No Brasil, o conto Roteirista foi publicado pela Serrote (número 3, dezembro de 2009), que apresentou o autor como “um dos mais hábeis e envolventes narradores norte-americano da atualidade”. No conto O esquema geral das coisas, um casal de picaretas sai pelo interior, em meio a fazendas de milho e caipiras, tentando conseguir dinheiro a custa de pequenos golpes. Um casal de velhos os acolhe, e essa é uma boa medida do trabalho de D'Ambrosio, que se equilibra com maestria no falso paradoxo entre vidas à margem e lirismo. As personagens são acolhidas. Os tipos esquisitões, tão comuns no imaginário da sociedade americana, ganham aqui um novo e desassombrado olhar. O menino que mora no orfanato de freiras e cujo pai ficou incapaz num acidente que matou a mãe; o roteirista bem-sucedido que é internado com diagnóstico de suicida em uma clínica psiquiátrica; o homem que conserta máquinas de escrever, ofício que herdou do pai e que não poderá passar ao filho, esquizofrênico; o rapaz que sai em direção ao mar com a urna de cinzas do avô, dando carona a estranhos. Charles D’Ambrosio escreve sobre os Estados Unidos dos pequenos dramas, e é do país oculto na grande e heróica nação que ele extrai a matéria prima para sua literatura, que tem conquistado crítica e público. No conto O museu do peixe morto, o chefe da equipe de montagem de cenário de um filme pornográfico traz escondida na mala uma arma. A atriz do filme a encontra e dá-se o diálogo: “Vim aqui pra me matar.”, “Por que?”, “Por que me matar?”, “Não, por que vir aqui?”. A arma, por fim, não dispara. A força e a alta potência dos textos deste livro não dependem de disparos.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Grua Livros
Cód. Barras 9788561578121
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788561578121
Profundidade 1.00 cm
Ano da edição 2010
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 256
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorD'Ambrosio,Charles

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O Museu do Peixe Morto