Frete Grátis
  • Google Plus

O Rastro do Sândalo (Cód: 1993509)

Miro,Asha; Pont,Anna Soler

Nova Fronteira

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 37,90
Cartão Saraiva R$ 36,01 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


O Rastro do Sândalo

R$37,90

Descrição

As vidas de três crianças órfãs, duas indianas e uma etíope, se cruzam 30 anos depois em uma história que percorre três continentes. Em O rastro do sândalo, um lançamento da editora Nova Fronteira, as escritoras Asha Miró e Anna Soler-Pont — esta última a agente literária de Miró, e que faz sua primeira incursão como romancista — escrevem juntas a saga de Solomon, um menino da Etiópia que perde o pai para a guerra e é levado a Cuba por um acordo de ajuda entre estes países; Muna, uma menina hindu, forçada a trabalhar e a separar-se da irmã caçula; e Sita, outra menina da Índia cujo maior desejo é ter pais. Narrado do ponto de vista dos protagonistas, o livro fala sobre a exploração infantil e as cicatrizes físicas e emocionais causadas pela guerra e pela miséria. No romance, as autoras levantam uma polêmica ao criticarem o “modismo” das adoções de crianças de países pobres — uma frivolidade, segundo elas, leva o senso comum a determinar que elas serão mais felizes fora de seus países de origem, de sua cultura natal.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Nova Fronteira
Cód. Barras 9788520920374
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788520920374
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 288
Peso 0.41 Kg
Largura 16.00 cm
AutorMiro,Asha; Pont,Anna Soler

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: O Rastro do Sândalo