Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

O Sujeito Não Envelhece - Psicanálise e Velhice (Cód: 169435)

Mucida,Ângela

Autêntica Editora

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 49,80

Por: R$ 34,90

em até 1x de R$ 34,90 sem juros
Boleto: R$ 31,41 (-10%)
Cartão Saraiva: 1x de R$ 33,16 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


O Sujeito Não Envelhece - Psicanálise e Velhice

R$34,90

Descrição

A tese fundamental do estatuto do sujeito, que, para a Psicanálise com Freud e Lacan, se associa à idéia de inconsciente, é de que este não envelhece. Orientando-nos, a princípio, para se pensar o conceito de velhice bem como a clínica do idoso, ela não recobre totalmente a particularidade dessa clínica e, muito menos, o conceito de velhice. Que é a velhice a partir da ótica analítica? Quais as incidências e os efeitos do real do tempo cronológico e sua relação com o que não envelhece? Como operar com a direção do tratamento na clínica com idosos? Se a velhice é determinada em cada época e em cada cultura de forma diferenciada, os significantes que tentam nomeá-la incidem sobre os sujeitos, provocando seus efeitos. A velhice é também um efeito dos discursos. Delimitando algumas perdas de laços com o Outro e sendo um dos nomes do real, ela impõe o luto dos objetos perdidos e novas formas de atualização do que se passa no decurso do tempo. A relação do sujeito à velhice se mede também pelos atos. Ela demanda a criação de novas vestimentas para o desejo a partir dos traços marcados por cada sujeito e um tratamento do real pelo simbólico.

Características

Peso 0.34 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Autêntica Editora
I.S.B.N. 8575261487
Altura 23.00 cm
Largura 15.30 cm
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788575261484
País de Origem Brasil
AutorMucida,Ângela