Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Os hungareses (Cód: 6916173)

Montoro,Suzana

Rocco (Livros Digitais)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 19,50

Por: R$ 18,53

em até 1x de R$ 18,53 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Os hungareses

R$18,53

Descrição

Ganhadora do Prêmio São Paulo de Literatura, na categoria estreante. Suzana Montoro arrebatou o júri com Os hungareses, romance que retrata, de forma original e delicada, a saga de imigrantes húngaros que se estabeleceram no Brasil depois da Primeira Guerra Mundial.
A obra conta a história de Rozália, “uma mulher magra, muito magra, de aparência frágil”, natural de um vilarejo incrustado nos Bálcãs, na bacia do Danúbio. Um dia, “com a mesma naturalidade com que se acorda todas as manhãs”, o povoado virou iugoslavo, dando início à imigração do povo húngaro para outras partes do mundo. Rozália e sua família, como outros tantos hungareses, veio para São Paulo, tempos depois.
Nada aqui, porém, é desenhado sob as referências da história, da guerra ou da política. O grande mérito do romance é reconstituir o microcosmo ao redor da vida de uma mulher, sempre sob o prisma de sua intimidade. Uma trajetória que, no caso de Rozália, revela-se atribulada: a morte precoce da mãe, o magnetismo pela tia excêntrica, amores proibidos, uma fuga, a culpa pelo abandono. Sentimentos e situações universais, que ganham força ao serem narrados com o misto de singeleza e vigor criativo que marcam a escrita de Suzana.
A narradora de Os hungareses se identifica, logo nas primeiras linhas do romance, como a filha caçula de Rozália – aquela que esteve atenta ao “fio dos relatos”. Por isso, nas páginas seguintes, a narrativa é entremeada de duas vozes. Ora é a narradora-filha que conta, em terceira pessoa, a saga de sua mãe; ora é a própria Rozália quem assume, com intervenções curtas, a descrição de sua história. A diferença de dicções e de poéticas, neste entremear de narradores, cria uma delicada tensão, abrindo caminho para uma trama instigante em seus muitos prismas.
Para escrever o livro, Suzana Montoro passou 15 anos colhendo depoimentos de uma comunidade húngara no interior de São Paulo.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Rocco (Livros Digitais)
Número de Páginas 192 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Início da Venda 09/02/2014
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9788581223537
Número da edição 1
Ano da Publicação 2014
AutorMontoro,Suzana