Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Pálida Estação (Cód: 1910999)

Neto,Braulio

7 Letras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 24,00

em até 1x de R$ 24,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 22,80 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Pálida Estação

R$24,00

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Este é um livro de amor. Aliás, é um livro de amores – todos perdidos. Bráulio Neto apresenta aqui uma coleção de textos curtos, como prefere chamar, na verdade nem tão curtos, na verdade poemas sem rima e sem solução (com a licença de São Carlos Drummond de Andrade), que cabem na vida de cada um de nós, raimundos, braulios, marceus, antônios, alfredos, joões, josés, pedros... Sim, porque este é um livro masculino. Não que só deva ser lido por homens. Pelo contrário. Nele, as mulheres sempre vencem – como a perversa de Pílulas, em que o autor (ou o personagem que veste), enfadado de tantas pílulas (pílulas para dormir, pílulas para acordar, pílulas, pílulas, pílulas), lamenta ainda não terem inventado uma que deixe olhar a lua sem se lembrar dela. Ou desalmada de Dúvida, em que autor-personagem, compungido por si mesmo, pergunta: Eu não estou aqui... onde está você? Mas é assim, de desdita de amor em desdita de amor, que Bráulio Neto constrói, no fundo, um livro de esperança. A esperança de que o amor, o grande amor, o verdadeiro amor, o amor indestrutível e infenso a humanidades, ainda virá. O que Bráulio Neto apresenta aqui, enfim, é poesia pura, embora não assuma a intenção do poema nem sua condição de poeta. Quem aprecia este gênero hoje tão abandonado pela indústria literária vai encontrar em Pálida Estação coisa muito boa para ler.

Características

Peso 0.13 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora 7 Letras
I.S.B.N. 9788575773536
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 0.80 cm
Número de Páginas 80
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788575773536
Número da edição 1
Ano da edição 2007
País de Origem Brasil
AutorNeto,Braulio