Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Para Uma Ontologia do Ser Social I (Cód: 4310412)

Lukács, György

Boitempo Editorial

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 84,00

em até 2x de R$ 42,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 79,80 (-5%)

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Origem

R$ 49,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Para Uma Ontologia do Ser Social I

R$84,00

Descrição

György Lukács é um dos maiores expoentes do pensamento humanista do século XX. Herdeiro da rigorosa concepção de totalidade que toma de Hegel e de Marx, aceita o desafio que Engels e Lenin lançam aos marxistas e formula a mais complexa sistematização filosófica do seu tempo. Esse longo projeto, que passa pela mediação estética, e desemboca na exigência de elaboração de uma ética, tem na ontologia do ser social sua forma derradeira. A tomada de posição ontológica marxiana vai acontecer nos anos 1930, quando Lukács apreende do jovem Marx as ricas possibilidades abertas pela definição de essência genérica do ser que não se pode restringir à forma fenomênica de classe. Ao longo de toda a década de 1960, Lukács trabalha arduamente nos manuscritos de Para uma ontologia do ser social, obra que vai significar o salto da ontologia intuída à ontologia filosoficamente fundamentada nas categorias mais essenciais que regem a vida do ser social, bem como nas estruturas da vida cotidiana dos homens. Esta era a peça que, depois da edição dos Prolegômenos, nos faltava da incompleta, mas seminal sistematização filosófica lukácsiana.

Características

Peso 0.60 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Boitempo Editorial
I.S.B.N. 9788575593011
Altura 23.00 cm
Largura 16.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 440
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788575593011
Número da edição 1
Ano da edição 2012
AutorLukács, György