Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Frete Grátis
  • Google Plus

Poesia de Brasília: Duas Tendências (Cód: 2592509)

Pinto,J. R. De Almeida

Thesaurus

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 20,00
Cartão Saraiva R$ 19,00 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Poesia de Brasília: Duas Tendências

R$20,00

Descrição

Neste livro, José Roberto de Almeida Pinto estuda e compara duas tendências da poesia de Brasília - a que designa como 'poesia culta' e a chamada 'poesia marginal'. O trabalho baseia-se em análise textual de poemas que se consideram representativos das duas tendências. Exemplificam a poesia culta textos de quatro poetas; Anderson Braga Horta, Domingos Carvalho da Silva, Marly de Oliveira e Cassiano Nunes; poemas de outros quatro autores representam a poesia marginal - Nicolas Behr, Francisco Alvim, Eudoro Augusto e Turiba. É examinada no trabalho a parte vinculável a Brasília da obra desses oito poetas. Antes de iniciar o estudo e cotejo dos textos, Almeida Pinto discute a questão dos critérios para a definição da poesia 'de Brasília' e para a escolha dos poemas a serem analisados. Defende, como o mais adequado ao caso de Brasília, o critério de recepção, expresso no reconhecimento da obra como parte formadora da tradição literária local, e indica o procedimento adotado, em consonância com esse critério, para a seleção dos autores e seus poemas. Apresenta, ainda, um panorama sucinto das manifestações coletivas tendentes à conformação de uma tradição poética em Brasília. A análise dos poemas cobre quatro aspectos; a linguagem; a temática; a posição que assumem em relação ao patrimônio cultural; e a concepção que transmitem do papel da poesia e do poeta. Identificam-se, em todos esses planos, traços que aproximam os poemas classificados em cada tendência e que distinguem uma vertente da outra. O exame da poesia culta e da poesia marginal não se preocupa com as diferenças individuais entre os poetas, e sim com as características de conjunto das duas tendências. Para cada característica apontada, mencionam-se exemplos e se reproduzem trechos pertinentes dos poemas. Ao tratar da poesia culta, a análise sublinha a preocupação dos escritores com a elaboração do texto, que se traduz de diversas formas, entre as quais a variedade nas estruturas dos poemas e a constância no uso das figuras de retórica da área da metáfora. Salienta, ainda, a universalidade dos temas; a inserção na tradição cultural e literária da humanidade, não com o sentido de contestá-la, mas com o ânimo de desenvolvê-la ou renová-la; e a percepção do exercício da poesia como meio de realização ou aperfeiçoamento interno e externo. Os comentários sobre a poesia marginal destacam, por contraste, o coloquialismo da linguagem e, entre as figuras de retórica, os processos de repetição e a ironia; no plano temático, ressaltam a marca da momentaneidade, as anotações rápidas de fatos circunstanciais, muitas vezes voltadas para incisiva crítica de comportamentos sociais e da situação política do país; e assinalam a forma iconoclasta com que é vista a tradição cultural, assim como a desmitificação da poesia, do poeta e da própria 'luta literária'. O autor registra a dívida da poesia marginal de Brasília para com a poesia marginal do Rio de Janeiro e a afinidade de ambas com a 'fase dinâmica' do Modernismo (1922-30).

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Thesaurus
Cód. Barras 9788570623577
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788570623577
Profundidade 0.60 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2002
Idioma Português
Número de Páginas 133
Peso 0.15 Kg
Largura 14.00 cm
AutorPinto,J. R. De Almeida

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Poesia de Brasília: Duas Tendências