Frete Grátis
  • Google Plus

Poesia e Política nas Canções de Bob Dylan e Chico Buarque (Cód: 1799535)

Cezar,Ligya V.

Novera

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 35,00
Cartão Saraiva R$ 33,25 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Este estudo comparativo pretende examinar a ideologia e contra-ideologia dos textos poéticos de Bob Dylan e Chico Buarque, na literatura de protesto surgida entre as décadas de 1960 e 1980. Este ensaio, primeiramente, disserta sobre a história da música popular norte-americana, da origem da balada à canção de protesto; e da origem do samba à criação de um ritmo genuinamente brasileiro, a bossa-nova e sua variante, a bossa-nova participativa, tentando evidenciar, em ambos os contextos, a canção como veículo-manifesto das reivindicações sociais. São estabelecidas, então, as influências político-literárias da contracultura em Bob Dylan e o contexto histórico pré e pós-1964 vivenciado por Chico Buarque. Em seguida, são analisados o conteúdo ideológico e contra-ideológico das canções de Bob Dylan, como poeta engajado na folk music revival, e a temática das canções de resistência e de conteúdo órfico de Chico Buarque. Com esta obra, procura-se demonstrar que apesar das dissemelhanças culturais e políticas, ambos os autores se coadunam ideologicamente, na temática de protesto e nas formas composicionais de suas canções.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Novera
Cód. Barras 9788560000043
Altura 0.00 cm
I.S.B.N. 9788560000043
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 208
Peso 0.42 Kg
Largura 0.00 cm
AutorCezar,Ligya V.

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Poesia e Política nas Canções de Bob Dylan e Chico Buarque