Frete Grátis
  • Google Plus

Prece a uma Aldeia Perdida (Cód: 163326)

Miranda, Ana

Record

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 30,00 R$ 27,00 (-10%)
Cartão Saraiva R$ 25,65 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Foi depois de uma viagem ao sul de Minas Gerais que Ana Miranda, ainda que sem querer - e sem saber -, quebraria um jejum de 21 anos. Desde 1983 sem publicar um livro de poesias, a escritora chegou a PRECE A UMA ALDEIA PERDIDA, livro que marca sua estréia na Editora Record. Os versos surgiram depois que ela assistiu a uma fabricação de queijo ('aquele que leva 8 litros de leite'), visitou uma fábrica de doces, ouviu conversas de gente da roça e viu crianças andando sozinhas nas ruas. Entre essa e aquela simplicidade, Ana reencontrou sua poesia e escreveu uma pequena e corajosa obra-prima.
Este livro não é uma coleção de várias poesias, e sim apenas uma, que ecoa como uma reza, em poemas repletos de belas imagens. 'Escrevi um longo poema, de umas 120 páginas. Foi uma das raras vezes em que gostei de uma poesia minha', revela a autora. Ana dividiu seus poemas em dois momentos: Prece à aldeia e Prece respondida. O primeiro é a voz masculina, que recorda a infância, o amor que se foi, o tempo. É a aldeia perdida que sofre pela transitoriedade das coisas. Tudo é fugaz, se perde, termina, se vai. Num segundo momento a autora revela uma voz feminina mais obscura, mas que diz ao leitor que, de tudo que passa, algo fica. Cola nas lembranças, nas palavras e gestos registrados na memória. Os poemas refletem o tempo, o passado, o cotidiano do interior. 'Passa tudo sem passar... Passa tudo, nada passa', escreve ela. A autora monta um diálogo, um cântico. 'Prece a uma aldeia perdida dialoga com a melhor poesia brasileira, sobretudo de dicção mineira, como Romanceiro da Inconfidência, da (carioca) Cecília Meireles, e Contemplação de Ouro Preto, de Murilo Mendes', declara Luciana Villas-Boas. Comparável a seus melhores romances, 'Prece a uma Aldeia Perdida' é um livro para ser celebrado. Com ele Ana Miranda se consagra - definitivamente - entre uma das melhores poetas da literatura brasileira.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Record
Cód. Barras 9788501071392
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 8501071390
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2004
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 144
Peso 0.19 Kg
Largura 14.00 cm
AutorMiranda, Ana

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Prece a uma Aldeia Perdida

Roberto Gonçalves recomendou este produto.
02/02/2016

Magnífico

Tive o prazer de acompanhar Ana Miranda ao Carmo, minha terra natal. Juntos subimos a Serra da Tormenta, que ela amou, e teve a inspiração de escrever "Prece a uma aldeia perdia".
Parabéns Ana, Saudades!!!
Roberto Gonçalves
Esse comentário foi útil para você? Sim (0) / Não (0)