Frete Grátis
  • Google Plus

Principio do Primado do Direito Comunitário , o (Cód: 1563109)

MARTINS, PATRÍCIA FRAGOSO

Principia

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 74,30 em até 2x de R$ 37,15 sem juros
Cartão Saraiva R$ 70,59 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 24,77 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Principio do Primado do Direito Comunitário , o

R$74,30

Descrição

Apesar do conflito latente e da relação nebulosa entre os tribunais constitucionais e o Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias, tem sido possível ultrapassar as divergências, numa coexistência mais ou menos pacífica entre Tratados e Constituições, ainda que num cenário de «quase-guerra-fria» entre tribunais comunitários e tribunais nacionais. É neste contexto que Patrícia Fragoso Martins, assistente-estagiária na Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa e advogada, desempenhando ainda funções de consultora do Gabinete de Política Legislativa e Planeamento do Ministério da Justiça, propõe soluções para resolver o impasse, analisando problemas como o receio que os Estados-Membros têm de perder soberania, os casos dos Tribunais Constitucionais italiano e alemão ou do Conselho Constitucional francês, o problema da determinação de como e quem deve resolver o conflito, ou a questão de saber se as Constituições nacionais ficam comprometidas com a designada Constituição europeia.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Principia
Cód. Barras 9789728818708
Altura 0.00 cm
I.S.B.N. 972881870X
Profundidade 0.00 cm
Ano da edição /
Idioma Português,Português (Portugal)
Número de Páginas 208
Peso 0.35 Kg
Largura 0.00 cm
AutorMARTINS, PATRÍCIA FRAGOSO

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Principio do Primado do Direito Comunitário , o