Frete Grátis
  • Google Plus

Produção De Conhecimento na Sociologia (Cód: 8238060)

Maranhão,Tatiana de P. A.

Unb

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 40,00
Cartão Saraiva R$ 38,00 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 20,00 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Entre todos os pesquisadores que surgiram na análise dos dados, somente 14 deles (dos quais apenas quatro mulheres) produziram concomitantemente livros, artigos e projetos de pesquisa (de acordo com as limitações e recortes inerentes a qualquer pesquisa científica). Ou seja, existe um seleto e reduzido grupo de sociológicos que conseguiu fazer tudo isso num mesmo período: publicar artigos nos principais periódicos internacionais e livros em programas de pós-graduação consolidados, prestigiados e reconhecidos, além de receberem fomento público federal para as pesquisas que realizaram. Apesar disso, este grupo não é a regra, mas a exceção. No campo sociológico, existem diferentes regras que regem tais publicações e projetos. A maioria dos pesquisadores que publicaram mais livros não são os mesmos que publicaram mais artigos, nem os mesmos que tiveram mais projetos ou recursos do CNPq. Diante disso, confirma-se que cientistas e intelectuais são dominados e dominantes dentro do campo científico e em outros campos em que atuam, constituindo um grupo não homogêmeo (Baumgarten, 2004). Entre eles, há lutas por hegemonia (Sobral, 2001), por acúmulo de capital científico e simbólico (Bordieu, 2000,2004), por ampliação do ciclo de credibilidade (Latour e Woolgar, 1997), por consagração e reconhecimento (Bourdieu, 1984,2001). Os resultados obtidos pela pesquisa apontam também para a força dos autores institucionais na formação da agenda temática da produção do conhecimento sociológico. Tais atores não são somente recorrentes: há um pequeno grupo permanente de IES, que ocupa determinadas posições na estrutura do campo científico. Ou seja, há uma lógica de fortalecimento institucional em relação aos pares da mesma universidade tanto no financiamento como na produção, que ocupam posições dominantes no campo científico e na política de C&T. Essa lógica coloca o pertencimento a determinada instituição como influência preponderante nos processos decisórios, em detrimento da interinst

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Unb
Cód. Barras 9788523011178
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788523011178
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2014
Idioma Português
Classificação Indicativa Livre para todos os públicos
Número de Páginas 208
Título Original PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO NA SOCIOLOGIA
Peso 0.32 Kg
Largura 16.00 cm
AutorMaranhão,Tatiana de P. A.

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Produção De Conhecimento na Sociologia