Frete Grátis
  • Google Plus

São Paulo 1932 - Memória, Mito e Identidade (Cód: 2868720)

Mota,André; Santos,Marco Cabral dos

Alameda Casa Editorial

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 32,00
Cartão Saraiva R$ 28,80 (-10%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

A cidade de São Paulo ostenta múltiplos signos de celebração da “guerra civil” de 1932. Duas de suas maiores avenidas foram batizadas com datas que fazem alusão ao conflito: 9 de julho e 23 de maio. Naquilo que diz respeito diretamente à revolução e seus desdobramentos simbólicos, a construção do evento acabou se tornando o grande mito da história estadual, cuja memória começou a ser construída imediatamente após a deflagração da guerra. Este livro procura estudar e refletir sobre esse período através da análise minuciosa dos historiadores Marco Cabral dos Santos e André Mota.

São Paulo de 1932, além de escrever uma história da “revolução”, mostra alguns de seus contornos figurando como importante elemento constitutivo de uma suposta identidade paulista e de sua memória coletiva. Dividido em quatro capítulos, o livro aborda temas específicos que, em conjunto, convergem para a avaliação do movimento armado de 1932 sob o olhar da constituição de uma memória oficial, confirmada por finalidades políticas bem definidas. O episódio da Revolução de 32 evidenciou as tensões entre o papel desempenhado por São Paulo na construção da nação e suas aspirações frustradas com a Revolução de 1930. A memória estabelecida desde então guarda uma correspondência com o complexo quadro político e social que culminou com a guerra civil ou seja, o mito da “excepcionalidade paulista”, calcado em sua constituição racial e sócio-cultural diferenciada.

Este livro busca interpretar a identidade paulista, por meio de uma junção entre as mudanças corporativas vividas pelos médicos, com a luta entre as especialidades e as propostas centralizadoras vindas do novo governo. Por esse contexto, se para muitos aquele momento correspondia a uma “crise profissional”, para outros foi uma oportunidade de abrir espaço para a sua área de atuação e participação nos projetos médicos e sanitários vigentes.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Alameda Casa Editorial
Cód. Barras 9788579390036
Altura 20.50 cm
I.S.B.N. 9788579390036
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2010
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 172
Peso 0.44 Kg
Largura 12.50 cm
AutorMota,André; Santos,Marco Cabral dos

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: São Paulo 1932 - Memória, Mito e Identidade

São Paulo 1932 - Memória, Mito e Identidade (Cód: 2868720) São Paulo 1932 - Memória, Mito e Identidade (Cód: 2868720)
R$ 32,00
São Paulo 1932 - Memória, Mito e Identidade (Cód: 2868720) São Paulo 1932 - Memória, Mito e Identidade (Cód: 2868720)
R$ 32,00