Frete Grátis
  • Google Plus

Sem Medo de Pensar - Breve Passeio Pela História Das Ideias (Cód: 3649471)

Miralles,Francesc; Despeyroux,Denise

Wmf Martins Fontes

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 39,90
Cartão Saraiva R$ 37,91 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Sem Medo de Pensar - Breve Passeio Pela História Das Ideias

R$39,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Com este livro, pais e filhos aprenderão juntos o que é a filosofia e para que ela serve. Este breve percurso através da história da filosofia e seus protagonistas é uma fascinante viagem pelo mundo das ideias que moldaram nossa civilização. De forma agradável e simples, aborda, entre muitos outros temas, o mito da caverna de Platão, a evolução segundo Darwin e a teoria da relatividade de Einstein, além de falar de outros temas fundamentais da história do pensamento.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Wmf Martins Fontes
Cód. Barras 9788578274177
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788578274177
Profundidade 1.00 cm
Tradutor Paulo Roberto Leite
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Idioma Português
Número de Páginas 102
Peso 0.20 Kg
Largura 12.00 cm
AutorMiralles,Francesc; Despeyroux,Denise

Leia um trecho

A origem dos filósofos e suas filosofias Você certamente já ouviu falar de algo chamado Filosofia. Talvez conheça alguém com fama de filósofo, ou quem sabe a expressão “viver a vida com filosofia” não lhe seja estranha. Mas você saberia dizer exatamente qual é o objeto da filosofia? O que faz um filósofo e a que se dedica? Não são perguntas fáceis. Uma das maneiras mais simples de explicar em que consiste determinada ciência ou ramo do saber humano é definir seu objeto de estudo, isto é, dizer do que se ocupa. Assim, é fácil explicar que a geometria, por exemplo, é um ramo da matemática que estuda as figuras geométricas, ou que a química é a ciência que estuda os elementos constituintes da matéria. Não podemos fazer o mesmo com a filosofia. Para começar, porque praticamente cada filósofo apresentará uma visão diferente do que é a filosofia e seu objeto de estudo. Se pensarmos, por exemplo, nos filósofos contemporâneos, veremos que alguns se ocupam da linguagem, outros da política, outros da arte, outros da ciência e suas regras. Como é possível englobar numa única disciplina interesses tão diferentes? Diante de tanta confusão, talvez o melhor seja remeter essa questão à origem da filosofia. Perguntar pela origem de algo é perguntar qual sua necessidade, o que motivou seu nascimento. Por que e quando surgiu a filosofia? A filosofia nasceu na Grécia há cerca de 2.500 anos, quando os homens começaram a ficar admirados coma natureza e a se perguntar: Qual é a origem e o princípio de todas as coisas? Pode-se dizer que a admiração diante da natureza, do mundo que nos rodeia e no qual estamos imersos é a origem da filosofia, o motor que move homens a se fazer perguntas. Isso não significa que, antes do nascimento da filosofia na Grécia, os homens não se faziam perguntas. É claro que as faziam, mas buscavam respostas nas religiões e nos mitos. A grande novidade do pensamento filosófico é que pretende encontrar respostas racionais para essas perguntas. A palavra “filosofia” é formada por duas palavras gregas: philô, que significa “amor”, e sophía, que significa “sabedoria”. Por isso dizemos que o sentido etimológico da palavra “filosofia”, ou seja, aquele que tem a ver com sua origem, é AMOR À SABEDORIA. No princípio, a filosofia abarcava todo o saber humano em seus diferentes ramos. Os filósofos entendiam de ciências naturais, de matemática, de arte, de política, de ética. É claro que cada um tinha suas preferências e dava mais importância a determinados temas que a outros, porém pode-se dizer que os primeiros filósofos interessavam-se por tudo o que estivesse ligado ao saber humano. Por isso, às vezes chamamos esses filósofos de sábios. À medida que a humanidade avança, seu saber torna-se cada vez mais vasto,mais amplo e mais complexo. Assim, é inevitável que, com o passar do tempo, as distintas áreas do saber humano se tornem independentes. Por isso, surgiram e continuam a surgir cada vez mais disciplinas, e a filosofia tem limitado cada vez mais o seu objeto de estudo. No entanto, a filosofia nunca chegou a abandonar seu desejo de totalidade, sua pretensão de encontrar respostas para os problemas mais prementes da humanidade e seu anseio de questionar, refletir e argumentar para tornar essas respostas cada vez mais sólidas e convincentes. Em nossa época, a filosofia muitas vezes apresenta-se como uma disciplina capaz de guiar e orientar as diferentes ciências com seus diferentes saberes. As ciências naturais, por exemplo, tais como a física, a química ou a astronomia, pretendem conhecer o mundo tal como é, saber cada vez mais acerca da natureza, do cosmos e da vida. Em sua ânsia de saber, essas ciências precisam desenvolver diferentes métodos e critérios de investigação. Os filósofos, com sua capacidade crítica e reflexiva, e com seu conhecimento do papel e do desenvolvimento da ciência através dos séculos, trabalharam junto com os cientistas revisando, analisando e questionando tais métodos, para torná-los cada vez mais sólidos e confiáveis. Atualmente, a filosofia continua sendo tão urgente e necessária como em suas origens, e nos faz lembrar que, por mais que as diferentes disciplinas sejam cada vez mais amplas e impossíveis de abarcar, todos os nossos saberes, incluindo os mais abstratos, estão relacionados com o homem e com seu anseio de encontrar um sentido na vida e uma ordem no cosmos.

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Sem Medo de Pensar - Breve Passeio Pela História Das Ideias