Frete Grátis
  • Google Plus

Sirva o Coração Em Bandeja de Cristal Líquido (Cód: 3653935)

Castro,Laïs de

Iluminuras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 41,00 R$ 9,90 (-76%)
Cartão Saraiva R$ 9,41 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva
Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto
?

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 18:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

Formas de envio Custo Entrega estimada
X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Os contos de Laïs de Castro desenham-se rapidamente – perso¬nagem, tempo e lugar. Em sucessão inesperada, com pinceladas curtas, levam-nos ao solar, ao bordel, ao carnaval, a lençóis imaculados (e maculados) ou ao campo rude. Os personagens falam com as marcas da existência: sinhazinha, esposa ressequida, matador, marido cruel, avó criadeira e uma apaixonada que arde em fogo sagrado. Frequentemente, a voz é de um narrador, que pode ser cúmplice, reconhecer, cá entre nós, certas singularidades das situações que narra. Ou pode desfrutar do privilégio de já conhecer o final e brincar com nossa impaciência (“Conversa vai, conversa vem, e quem queria conversar? Pra que ficar insistindo num assunto que todos sabem que vai acabar na cama, pronto, acabou”, resume o narrador de “Abadá”). É a alma dos personagens que atrai Laïs, com seus exageros, esquisitices e, sobretudo, sentimentos. Os protagonistas destes contos desejam, amam, deliram, ofendem-se mortalmente. Com certa insistência, calam. O silêncio – como expressão do vazio ou como instrumento de vingança – aparece como tema. Também o tempo é um assunto recorrente, que ela usa como medida dos sentimentos – ou da falta deles. Pouco a pouco, pelo acumulo de camadas tão finas quanto as dos bons mil-folhas, ouve-se a voz da autora. Com as rédeas da história bem seguras, ela brinca com as palavras e suas sonoridades, flerta com a música, trafega pelo arrebatamento sem escorregar para a grandiloquência e chega em alguns momentos à fronteira da poesia. Como diz o pedreiro de “Prumo, azulejo e conduíte”, “no mundo tem as pessoas que fabricam, as pessoas que escrevem e as que plantam e criam”. Não sabemos o que Laïs de Castro fabrica nem o que anda plantando, mas já está claro que ela pertence à categoria pequena e nobre dos bons escritores. - Marta Goes

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Iluminuras
Cód. Barras 9788573213478
Altura 22.00 cm
I.S.B.N. 9788573213478
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 160
Peso 0.23 Kg
Largura 13.00 cm
AutorCastro,Laïs de

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Sirva o Coração Em Bandeja de Cristal Líquido

Sirva o Coração Em Bandeja de Cristal Líquido (Cód: 3653935) Sirva o Coração Em Bandeja de Cristal Líquido (Cód: 3653935)
R$ 9,90
Sirva o Coração Em Bandeja de Cristal Líquido (Cód: 3653935) Sirva o Coração Em Bandeja de Cristal Líquido (Cód: 3653935)
R$ 9,90