Frete Grátis
  • Google Plus

Teorias da Pena - do Discurso Jurídico À Crítica Criminológica (Cód: 5288215)

Silva Bozza,Fábio da

Lumen Juris

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 70,00 em até 2x de R$ 35,00 sem juros
Cartão Saraiva R$ 66,50 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 23,33 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

'A teoria crítica do direito é de grande atualidade no Brasil. Embora muitos se recusem a reconhecê-la como início e fundamento das diversas críticas regionais que se desenvolveram no contexto das doutrinas dogmáticas, são teorias críticas o movimento do direito alternativo, versão tupiniquim da teoria marxista do 'uso alternativo do direito', a teoria crítica do processo desenvolvida por Jônatas em Londrina e Umuarama, a teoria crítica da constituição desenvolvida por Lênio Streck, Clèmerson Clève e Luis Roberto Barroso, a teoria crítica do direito civil, de Fachin, a teoria crítica do direito do trabalho, talvez a mais difundida, na esteira do pensamento de Tarso Genro, a sociologia crítica de Edmundo e o pluralismo jurídico de Wolkmer. Todas essas posturas, que produziram e ainda produzem o que de melhor se tem publicado nas letras jurídicas nacionais, são tributárias da teoria crítica do direito elaborada durante os anos setenta e oitenta, período que Lênio Streck descreve como a 'belle époque' do pensamento crítico, na Universidade Federal de Santa Catarina. Também a criminologia crítica brasileira se insere nesse contexto, e Fábio Bozza a cita como fundamento de suas ideias, a partir da criminologia radical de Juarez Cirino dos Santos, e também admitindo as teses nucleares da teoria do etiquetamento social - labelling approach - da escola norteamericna de criminologia e outros autores que assumem postura idêntica, em filosofia do direito, direito constitucional e direito penal. Outro indicativo da postura crítica de Bozza é a utilização de conceitos que alhures proponho como 'categorias críticas'. A principal delas, de que se vale o autor, é a categoria da ideologia, construída com fulcro na psicanálise social de gênese freudiana e desenvolvida pelos pensadores da Escola de Frankfurt. Mas há outras, presentes em Bozza: a sociedade vista como totalidade e movimento, a alienação produzida pela manipulação dos mitos do direito e a práxis, implícita na denúncia do fracasso da instituição profissional e na revelação de sua real finalidade, o que já fora genialmente revelado por Foucault.” Luiz Fernando Coelho

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Lumen Juris
Cód. Barras 9788537523094
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788537523094
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Idioma Português
Número de Páginas 166
Peso 0.23 Kg
Largura 14.00 cm
AutorSilva Bozza,Fábio da

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Teorias da Pena - do Discurso Jurídico À Crítica Criminológica