Frete Grátis
  • Google Plus

Toda Maneira de Amor Vale a Pena - 20 Histórias de Quem Venceu o Preconceito (Cód: 4052015)

Bety Orsini

primeira pessoa

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 34,90
Cartão Saraiva R$ 33,16 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Ainda adolescente, Bruno ouviu de um tio: “Na nossa família não tem ladrão nem veado.” Michael enfrentou um ginásio com 2 mil pessoas a entoar o coro “bicha!”. Um colega de trabalho afirmou a Deise que parceiro era coisa de “ladrão e homossexual”. David quase se casou com a sogra para não ter que sair do Brasil. Gilberto teve que deixar os Estados Unidos por amor. Carla e Cinthia foram mães de um menino. André e Carlos se tornaram pais de duas meninas. Alison ainda é padre, mesmo sem congregação.
Essas são algumas das 20 histórias daqueles que oferecem seus relatos sinceros e corajosos em uma obra que revela bem mais do que a orientação sexual de seus personagens. Ela mostra quão estúpida e violenta é a discriminação. Um livro que merece ser lido para entender que é possível ser feliz independentemente do caminho escolhido. Porque toda maneira de amor vale a pena.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora primeira pessoa
Cód. Barras 9788575427644
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788575427644
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2012
Idioma Português
Número de Páginas 192
Peso 0.25 Kg
Largura 14.00 cm
AutorBety Orsini

Leia um trecho

Amor, respeito, diálogo – são essas as principais bases da convivência que os casais homossexuais entrevistados para este livro consideram essenciais ao seu cotidiano. O que não significa que sejam pessoas com ideias ou atitudes parecidas. Ao contrário. Pois é a diversidade, além da abertura para mostrar a própria face ao mundo, uma das características mais notáveis dos que generosamente compartilham aqui suas descobertas e suas vidas. De diferentes origens sociais, profissões, religiões e situações financeiras, discretos ou extrovertidos, brancos ou negros, magros ou gordos, bem-humorados ou melancólicos, abrigando visões de mundo liberais ou conservadoras, nossos entrevistados estão muito distantes dos estereótipos que teimam em reduzir a identidade gay a apenas um dos aspectos que a constituem – a sexualidade. Muitos tiveram que aguardar a idade adulta para entender o que acontecia com seu desejo; outros o fizeram ainda no início da adolescência, sem saber direito o que sentiam, “sabendo apenas que era bom”. Muitos enfrentaram a rejeição familiar e o bullying na escola, ficando com marcas permanentes (como as memórias do menino “diferente” que tinha dor de barriga todo domingo à noite, véspera de aula); outros puderam contar com o apoio de parentes e amigos. De uma forma ou de outra, quase todos os entrevistados sofreram pressões, inclusive de si mesmos, para ser “iguais a todo mundo”. A liberdade de escolha desde sempre produz incômodo, e a homofobia encontra eco, no século XXI, em pessoas que não entenderam que a atração afetiva e/ou sexual existe numa sequência que varia desde a homossexualidade exclusiva até a heterossexualidade exclusiva, passando pelas diversas formas de bissexualidade. É comum que os homossexuais sejam apontados como pessoas alegres, carismáticas, especialistas em sedução – talvez porque, como pondera um entrevistado, eles tenham se habituado a dar asas à fantasia, a exercer abertamente sua sensibilidade e a vislumbrar o que há por trás das aparências. Mas as relações homossexuais são tão diversas quanto quaisquer relações humanas – podem ser ternas, exageradas, platônicas, travadas, reservadas, grupais, sadomasoquistas...

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Toda Maneira de Amor Vale a Pena - 20 Histórias de Quem Venceu o Preconceito