Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Tribobó City e outras peças (Cód: 9354483)

Nova Fronteira (Livros Digitais)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 29,90
Cartão Saraiva R$ 29,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Tribobó City e outras peças

R$29,90

Descrição

O TABLADO apresenta:Tribobó City(1971), a alegre cidade ameaçada por terríveis bandidos em busca de ouro. Não vão faltar música e emoção nesta incrível aventura liderada por Mocinho de Sousa, contra a turma do vilão Al Gazarra. Em seguida vem uma história de amor misturada com muita tramoia, porque estão todos querendo O diamante do Grão Mogol(1966). Em Aprendiz de feiticeiro (1968), o vovô cientista tem que ser esperto para escapar de um desastrado ladrão de fórmulas. E temos também O Gato de Botas(1986), uma divertida versão teatral do conto de Charles Perrault. Esta peça ganhou o prêmio Mambembe em 1987. Ainda neste volume, trazemos a inédita Jonas e a baleia(2000), comovente adaptação do conto do profeta Jonas. Esta foi uma das últimas peças escritas pela autora, feita em parceria com Cacá Mourthé. Tudo no melhor estilo de Maria Clara Machado.Os melhores anos de nossas vidas... aquela irresponsabilidade em relação à vida... Precisava de um livro inteiro só pra contar as minhas histórias... O Tablado foi minha casa durante um grande período; e minha escola. Fiz de tudo ligado ao teatro: fui iluminador, ator, assistente de direção, porteiro... tudo...Lembro de entrar no Tablado pra conhecer meu querido e saudoso professor Toninho Lopes e dar de cara com Maria Clara, com aqueles olhos azuis fortes e singelos no sofá da secretaria; Vânia atendendo os telefones: “Não, meu filho, aqui não é da Globo!” Quando algum ator famoso declarava que tinha feito Tablado, chovia telefonema; lembro bem disso!!!Sempre ficava meio nervoso perto de Clara, gênia... Alguns anos depois fui escolhido por ela e Cacá pra fazer Tribobó City, no papel de Mocinho de Sousa... Pulava que nem um garoto... era um garoto!Primeira leitura da peça. Cheguei cinco minutos atrasado... Clara odiava isso; depois Louise Cardoso pegou a mesma prática. Fazíamos uma peça de fim de ano, e, se o elenco não estivesse todo presente, Louise ia embora; tá certa! Aprendi isto: disciplina.Voltando à Clara, lembro bem dela um dia subindo no palco pra fazer o Mocinho: “Não, Marcelo, é assim!” — perfeito. Depois fez todos os personagens da peça, demonstrando pra cada ator como era.A peça tinha músicas belíssimas de Ubirajara Cabral: “Tribobó tem ouro (...)” Nossa, que emoção. Ela era peculiar em relação à escalação de elenco. Por exemplo: Gedemar White — o prefeito — era representado por uma pessoa que não tinha a menor pretensão de ser ator, e uma das bailarinas era uma chacrete: Mônica Calçada. Mas há tantos exemplos, como o saudoso Damião, que se tornaram atores por influência dela, e eram de outra profissão antes... Tribobó com certeza é uma das suas grandes peças, uma sátira ao faroeste abrasileirado. Lembro que a plateia adorava, e fazíamos duas sessões no fim de semana, com pausa pro famoso lanchinho do intervalo. Depois veio A menina e o Vento também, e várias outras...Sou uma cria de lá e tô aí até hoje, trabalhando, trabalhando, mas sem esquecer o lado lúdico do nosso ofício.Vida longa ao Tablado!!!!!Marcelo Serrado

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Nova Fronteira (Livros Digitais)
Número de Páginas 352 (aproximado)
Idioma 333
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Proteção Drm Sim
Coleção / Série Teatro Maria Clara Machado
Início da Venda 07/07/2016
Código do Formato Epub
Cód. Barras 9788520922040
Ano da Publicação 2016