Frete Grátis
  • Google Plus
Livro Digital

Tudo Que Morre é Consumado (Cód: 6750182)

Romulo Narducci

publique-se!

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 2,99
Cartão Saraiva R$ 2,84 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Romulo Narducci é autor da peça que o apresentou ao público pela primeira vez em 2003, chamada Dissolvendo Sombras, e do livro de poesias Orações Licenciosas (Ou Cancioneiro Erótico). O poeta também é um dos idealizadores do evento mensal de artes Uma Noite na Taverna que acontece desde o ano de 2004 na cidade de São Gonçalo.

Tudo Que Morre é Consumado é seu segundo livro de poesias que é no entanto uma crítica ao ser humano, que diante de crenças e descrenças, apesar de toda sua vocação intelectual, age como ser primitivo e destruidor, rogado de ganância e egoísmo. Diante de tudo, ser ateu, teísta ou agnóstico, dúvidas e mais dúvidas sobre o ser e o não ser, a obra nos apresenta de forma nua e crua que temos uma única certeza... e é isso que este livro impõe. Na verdade um livro sobre a temática de morte que de uma forma ou de outra, nos leva a pensar na própria vida. Pois, se tudo que vive é sagrado, tudo que morre é consumado...

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca publique-se!
Cód. Barras 9999067501821
Início da Venda 15/01/2014
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Idioma 332
Código do Formato Pdf
Peso 0.00 Kg
AutorRomulo Narducci

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Tudo Que Morre é Consumado

LiaMach recomendou este produto.
04/01/2014

Excepcionalmente humano

O livro tem como foco despertar-nos para o que de mais humano (ainda) há em nós: a angústia da possibilidade latente de uma vida vazia em um mundo cada vez menos humano.
Por meio de uma poesia rasgada,gritante e ao mesmo tempo melancólica, Romulo Narducci traduz em estrofes o engasgado sopro de esperança e a miséria urbana do dia-a-dia.

""O vapor da cidade sobe na incandescência, calor absurdo, fétido que invade as entranhas e corrói a silente devoção dos passos espalhados pelas calçadas empoeirados. Hienas do asfalto a vagarem sem rumo e a urrarem sua fome nas vielas da angústia. Insatisfação, molduras de desejos descartáveis nos outdoors a anunciarem glória e dor. Toda dor é celebrada nos bares e biroscas dentro de copos de almas, que tragadas entorpecem o corpo dolorido. Sonhos se desfazem com o som ensurdecedor da engrenagem sacrílega urbana que atormenta a paz.

Paz! Santíssima paz, tende piedade de nós!

PAZ! SANTÍSSIMA PAZ,

LIVRAI-NOS DESSE MALDITO INFERNO!""
Esse comentário foi útil para você? Sim (4) / Não (0)
Tudo Que Morre é Consumado (Cód: 6750182) Tudo Que Morre é Consumado (Cód: 6750182)
R$ 2,99
Tudo Que Morre é Consumado (Cód: 6750182) Tudo Que Morre é Consumado (Cód: 6750182)
R$ 2,99