Frete Grátis
  • Google Plus

Um Homem Sem Profissão - Col. Obras Completas (Cód: 350826)

Andrade,Oswald de

Globo Editora

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 30,00 R$ 26,40 (-12%)
Cartão Saraiva R$ 25,08 (-5%) em até 1x no cartão
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Com o relançamento de Um homem sem profissão, a Editora Globo inicia o projeto de recolocar no mercado, com novo e alentado tratamento crítico, a obra do escritor Oswald de Andrade. A escolha do título não é casual: Oswald publicou Um homem sem profissão pouco antes de morrer, em 1954, atendendo a um pedido do crítico Antonio Candido, que lhe aconselhara a escrever suas memórias. O escritor ouve o conselho e redige então o primeiro volume, que dá conta de sua infância, adolescência e primeiros anos de juventude e formação intelectual. Outros estavam planejados, mas a morte interrompeu o trabalho, que certamente acabaria se tornando peça chave para a compreensão da cultura e da política brasileiras da primeira metade do século XX. Dessa forma, Um homem sem profissão é o único volume de memórias de Oswald de Andrade figura central do Modernismo brasileiro que chegou ao público leitor. O livro cuida de reconstituir a história da família de Oswald, mas tem como foco principal a vida urbana que viria a transcorrer na cidade de São Paulo da belle époque, ou seja, os anos finais do século XIX e os agitados decênios entre 1900 e 1920. O livro acaba, assim, constituindo-se em um amplo painel da vida urbana daquela então pequenina São Paulo, o que interessará, além do público voltado para a literatura, os historiadores. São aventuras que se passam na Rua Barão de Itapetininga, entre festas e saraus da alta classe, esticam-se na escola, e às vezes escapam às curtas viagens que o autor, um menino então, fazia com a família. Não passa em branco também a vida política da cidade, já que o pai de Oswald foi figura importante e ativa. Um pouco mais velho, vemos o escritor fazendo suas leituras preferidas (cujos nomes vão desde Castro Alves até Victor Hugo), lançando a revista Pirralho, iniciando uma movimentadíssima vida íntima e já participando da vida cultural brasileira. Cabe destacar o engraçado episódio em que Oswald testemunha e é quase atingido por uma bala de canhão a célebre Revolta da Armada, que explodiu justamente quando o autor passeava pela capital do Rio de Janeiro. No final do livro, já com a consciência nascente de seu papel de escritor, o texto passa a mostrar o convívio de Oswald com algumas figuras então tradicionais, como Coelho Neto e Olavo Bilac, e outras que com ele fariam história: Mário de Andrade aqui é personagem mais que coadjuvante. Um homem sem profissão, portanto, é um lançamento fundamental por mais de um motivo: repõe um texto central para a compreensão da obra de um dos autores mais importantes do nosso Modernismo, apresenta um momento especial na história da cidade de São Paulo e, lateralmente, do Brasil, esclarece questões ligadas à vida literária.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Globo Editora
Cód. Barras 9788525036124
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 8525036129
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 2
Ano da edição 2002
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 240
Peso 0.29 Kg
Largura 12.50 cm
AutorAndrade,Oswald de

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Um Homem Sem Profissão - Col. Obras Completas