Frete Grátis
  • Google Plus

Um Mapa da Desleitura (Cód: 1629636)

Bloom,Harold

IMAGO

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 51,00 R$ 44,90 (-12%)
Cartão Saraiva R$ 42,66 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 22,45 sem juros
Grátis

Cartão Saraiva

Descrição

Desde 1991, data de lançamento da primeira edição brasileira de A Angústia da Influência, o nome de Harold Bloom tem representado o que há de mais importante e mais instigador para nossa crítica literária. E não só para ela: Bloom já se tornou uma referência habitual em áreas que vão da psicanálise ao esporte, do jornalismo à música e ao teatro. Pode-se dizer que nenhum outro crítico literário disputa hoje com Bloom esta posição de influência-palavra de peso especial, à luz de suas teorias.
Nas palavras do autor, Um Mapa da Desleitura “estuda a influência poética, termo que continuo não usando como a passagem de imagens e idéias de poetas para seus sucessores. A influência, como a concebo, significa que não existem textos, apenas relações entre os textos. Estas relações dependem de um ato crítico, uma desleitura ou desapropriação, que um poema exerce sobre outro. A relação de influência governa a escrita, e a leitura, portanto, é uma “desescrita”, assim como a escrita é uma desleitura. Com o prolongamento da história literária, toda poesia se torna necessariamente crítica em verso, bem como toda crítica se torna poesia em prosa”.
Examinando obras de autores ingleses e americanos, antigos e modernos, Harold Bloom nos mostra, neste livro, como os padrões figurativos da poesia representam uma resposta e uma defesa contra a influência dos poemas precursores. O “mapa” da desleitura descreve graficamente como se dá a produção do significado, nas relações entre imagens poéticas e figuras retóricas. No centro do livro, o mapa serve como guia de leitura para uma interpretação caracteristicamente original e virtuosística de um poema de Robert Browning. À sombra de do grande precursor Milton, Bloom estuda a poesia de seus seguidores ingleses (Wordsworth, Shelley, Keats, Tennyson). À sombra de Emerson, ele estuda os seus descendentes americanos (Whitman, Dickinson, Stevens e os contemporâneos Robert Penn Warren, A.R. Ammons e John Ashbery).
A intimidade com a poesia e a fluência do pensamento de Bloom não têm rivais; igualmente marcado, mas nem sempre visto, é seu humor, temperando a eloqüência sombria e as cadências proféticas. De forma memorável, este livro nos traz Harold Bloom ombro a ombro com os poetas, dividindo ou lutando com eles pela poesia.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora IMAGO
Cód. Barras 9788531208706
Altura 0.00 cm
I.S.B.N. 853120870X
Profundidade 0.00 cm
Peso 0.44 Kg
Largura 0.00 cm
AutorBloom,Harold

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Um Mapa da Desleitura