Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

A Alma do Negócio - Como Eram As Propagandas Nos Anos 50, 60 e 70 (Cód: 8003574)

Villas,Alberto

Globo Estilo

Vendido e entregue por Saraiva

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 39,90

Por: R$ 27,90

em até 1x de R$ 27,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 26,51 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


A Alma do Negócio - Como Eram As Propagandas Nos Anos 50, 60 e 70

R$27,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

O livro 'A alma do negócio: como eram as propagandas nos anos 50, 60 e 70', do jornalista e escritor Alberto Villas, nos leva de volta a uma época pré-tecnológica quando ainda não existiam os computadores e os celulares. Este livro “mostra o trabalho dos pioneiros da propaganda”, como diz Washington Olivetto. Na impressionante coleção de livros, discos e revistas que possui, Villas garimpou as raridades que compõem este livro tão gostoso de curtir.
O autor começa o livro dizendo que o pai vestia uma “camisa Volta ao Mundo” e ia para o trabalho “dirigindo uma Rural Willys”. Os tecidos que dispensavam o ferro de passar, como as camisas Volta ao Mundo, as calças de Nycron, que não perdiam o vinco, e as blusas de Ban-Lon, eram uma grande novidade. Surgiram para facilitar a vida das donas de casa, assim como os revolucionários eletrodomésticos: a enceradeira, a máquina de lavar e a de secar roupas, a televisão a cores. Fraldas descartáveis e a papinha pronta para o bebê. Dessa forma, sobrava mais tempo para cuidar da beleza com o sabonete Gessy, os cremes Rugol e Pond’s, o pó de arroz Cashmere Bouquet e a água de colônia Regina.
Assim como acontece nos dias de hoje, as celebridades eram requisitadas para garantir a qualidade do produto. Uma das que mais atuou nesse campo foi a inesquecível apresentadora Hebe Camargo, cuja imagem passava confiança aos leitores. Outros foram Carmem Miranda, Pelé, Chico Anísio, os integrantes do programa Família Trapo, que fazia grande sucesso na época.
A grande maioria desses produtos foi desaparecendo com o passar do tempo: os famosos drops Dulcora embrulhadinhos um a um, a caneta-tinteiro,a cera Parquetina, as calculadoras, os filmes Kodak... “Um dia, minha filha ainda pequenininha viu meu álbum de retratos de quando eu era criança e perguntou: ‘Quando você era criança o mundo era preto e branco?’”
Outros produtos, porém, continuam há décadas nas prateleiras, firmes e fortes, atravessando gerações, como a pomada Minancora, o creme Nívea, o Melhoral, o Leite Ninho e o Leite Moça, o sabão Omo, os chicletes Adams...
Algumas marcas se tornaram tão fortes que seus slogans nunca mais saíram da cabeça: o Bombril, aquele das 1001 utilidades, Se é Bayer é bom, Danoninho vale por um bifinho, Avon chama!
Quem usava a chave desse segredo era Henry Ford, que costumava dizer: “Se eu tivesse um único dólar investiria em propaganda.”

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Globo Estilo
Cód. Barras 9788525057426
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788525057426
Profundidade 1.20 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2014
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 208
Peso 0.37 Kg
Largura 16.00 cm
AutorVillas,Alberto