Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

A Chave do Corsário - Col. Vaga-lume (Cód: 2524925)

Martins,Eliana

Ática

Vendido e entregue por Saraiva

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

De: R$ 45,90

Por: R$ 40,90

em até 1x de R$ 40,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 38,86 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


A Chave do Corsário - Col. Vaga-lume

R$40,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Em suas pilhagens mar afora, Duclerc havia trazido consigo um baú, que continha documentos de muito valor para a coroa francesa. O corsário francês ordena a La Salle que enterre o baú em local seguro; ele o faz em São Lourenço dos Índios (antiga denominação de Niterói), num local que os índios chamavam Rudá, e grava esse nome no medalhão, que era a chave do baú. Duclerc é assassinado e seu ajudante-de-ordem, preso na fortaleza de Santa Cruz, de onde nenhum prisioneiro jamais saía vivo. Mas La Salle sobrevive pelo compromisso assumido com seu capitão: entregar o medalhão a René Duguai Trouin, outro corsário francês. Este realiza a maior invasão ao Rio de Janeiro, a terceira e última, no ano de 1711. La Salle, que havia conseguido escapar da fortaleza, entrega-lhe o medalhão, mas, como a esquadra francesa estava sendo constantemente vigiada, não conseguem desenterrar o baú e levá-lo à França. Trouin, na partida da esquadra francesa, joga o medalhão no mar, mas o objeto cai sobre uma pequena ilha de pedras. É nessa ilha que Joni vai parar quando sofre um acidente enquanto surfava com o amigo Lipão. Lá passa a noite, até ser resgatado, na manhã seguinte. Joni tem alguns problemas de auto-estima: os pais são separados, vivem novos relacionamentos e o garoto se sente um estorvo em suas vidas, duvidando ser amado por eles. O encontro do medalhão faz com que Joni procure o avô, com quem estava brigado (por ter levado uma garota para dormir na casa dos avós, sem prévia autorização). Seu Brandinho, o avô de Joni, é apaixonado pela história de Niterói e leva o neto e Lipão ao Museu de Arqueologia, para saberem informações sobre a peça. Lá, conhecem Angélica, que além de se envolver nas investigações sobre as origens do medalhão, envolve-se amorosamente com Joni. A amizade com Angélica, uma moça de 22 anos, mais madura, faz com que o garoto consiga repensar seus conflitos e se relacionar melhor com a família, especialmente com o pai. Em meio à trama emocional-afetiva, os personagens investigam a origem do medalhão e acabam conhecendo a história da cidade de Niterói e das invasões francesas, descobrindo a ligação entre o caminho da Fortaleza (criado pelos habitantes de São Lourenço dos Índios) e o caminho Niemeyer (construído, contemporaneamente, pelo famoso arquiteto, na cidade de Niterói). Por fim, Joni desvenda o mistério do medalhão, encontra o baú do qual o objeto era a chave e recebe uma homenagem da prefeitura da cidade, pela conservação de sua história.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Ática
Cód. Barras 9788508114801
Altura 20.00 cm
I.S.B.N. 9788508114801
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2007
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 128
Seller ID 1
Peso 0.25 Kg
Largura 13.50 cm
AutorMartins,Eliana