Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Livro Digital

A IDENTIDADE CULTURAL COMO DIREITO FUNDAMENTAL E SEU PAPEL AFIRMATIVO NO MUNDO LUSÓFONO (Cód: 7612495)

PEDRO BASTOS DE SOUZA

publique-se!

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 6,99
Cartão Saraiva R$ 6,99

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


A IDENTIDADE CULTURAL COMO DIREITO FUNDAMENTAL E SEU PAPEL AFIRMATIVO NO MUNDO LUSÓFONO

R$6,99

Descrição

A identidade cultural é ao mesmo tempo um atributo da personalidade e um direito difuso, inerente a um grupo social coletivamente considerado. O idioma português é o traço comum que une países lusófonos em torno de um organismo de cooperação, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), visando não só a difusão da língua mas também a promoção de direitos fundamentais. A pesquisa debate a construção de uma identidade cultural lusófona como instrumento de afirmação de direitos humanos e de promoção de políticas públicas. Em um cenário globalizado, em que a questão identitária e a formação de blocos de países em torno de interesses comuns ganham relevância, visa-se analisar o papel da CPLP na consolidação de uma identidade comum entre países que falam português e na promoção de direitos fundamentais. Destaca-se o caráter de instrumentalidade e indivisilidade do direito à identidade cultural como direito fundamental. Discute-se o conceito de Lusofonia, em um contexto de multiculturalismo. Faz-se uma análise comparada dos textos constitucionais dos oito Estados-Membros no que diz respeito à identidade/diversidade cultural. A par da promoção de direitos fundamentais tendo como base os laços históricos e culturais, aponta-se a importância de se garantir o direito à diversidade étnico-cultural das minorias nos espaços não-lusófonos da CPLP. Aborda-se o direito ao idioma como integrante da identidade cultural e analisa-se os aspectos jurídicos dos mecanismos de cooperação entre os países lusófonos no âmbito da CPLP. Para tanto, foram selecionados quatro eixos temáticos para análise de políticas públicas no âmbito da CPLP: circulação de pessoas e cidadania; saúde; educação/cultura e desenvolvimento econômico.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca publique-se!
Cód. Barras 9999076124950
Acabamento ebook
Início da Venda 11/06/2014
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Idioma 332
Código do Formato Pdf
Peso 0.00 Kg
AutorPEDRO BASTOS DE SOUZA

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: A IDENTIDADE CULTURAL COMO DIREITO FUNDAMENTAL E SEU PAPEL AFIRMATIVO NO MUNDO LUSÓFONO