Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Alegorias do Subdesenvolvimento: Cinema Novo, Tropicalismo e Cinema Marginal (Cód: 4266219)

Xavier, Ismail

Cosac Naify

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 59,00
Cartão Saraiva R$ 56,05 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 2x de R$ 29,50 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Alegorias do Subdesenvolvimento: Cinema Novo, Tropicalismo e Cinema Marginal

R$59,00

Descrição

Este volume apresenta a tese de livre-docência do crítico de cinema Ismail Xavier defendida na Universidade de Nova York e publicada pela primeira vez em 1993. Trata-se de análises aprofundadas de oito filmes brasileiros produzidos entre 1967 e 1970: Terra em transe e Dragão da maldade contra o santo guerreiro, de Glauber Rocha, O bandido da luz vermelha, de Rogério Sganzerla, Brasil ano 2000, de Walter Lima Jr., Macunaíma de Joaquim Pedro de Andrade, O anjo nasceu e Matou a família e foi ao cinema de Júlio Bressane e Bang bang, de Andrea Tonacci. A partir da ideia de “alegoria” presente nos filmes, o autor discute questões fundamentais do período, como subdesenvolvimento, tipos sociais, luta de classes, ditadura, e, principalmente, a maneira como esses longas-metragens e o trabalho autoral de seus diretores ofereceram reflexões sobre o tema da identidade nacional. Esta edição conta com texto de orelha da crítica de arte Sônia Salzstein e quarta capa do crítico de literatura e músico José Miguel Wisnik, mostrando a reverberação do pensamento do autor para diversas áreas da cultura brasileira.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Cosac Naify
Cód. Barras 9788540502697
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788540502697
Profundidade 2.50 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2012
Idioma Português
Número de Páginas 480
Peso 0.56 Kg
Largura 14.00 cm
AutorXavier, Ismail