Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Árbitor e Estado - Interesses Divergentes (Cód: 3054732)

Couto,Jeanlise Velloso

Atlas

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 63,00 em até 2x de R$ 31,50 sem juros
Cartão Saraiva R$ 59,85 (-5%) em até 1x no cartão ou em até 3x de R$ 21,00 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Árbitor e Estado - Interesses Divergentes

R$63,00

Descrição

Privilegiados pelo atributo da soberania, os Estados Modernos nasceram da recusa de se submeterem à autoridade de outras entidades políticas. A soberania proporcionou meios de frear toda tentativa de regulamentação jurisdicional que não fosse a proveniente dos próprios Estados e, assim, a idéia de justiça é imediatamente associada àquela provinda dos órgãos estatais. Dessa forma, a arbitragem, instituto que precedeu na história das relações internacionais a soberania, ficou relegada a um papel secundário e até esquecido na busca pela justiça. O ressurgimento definitivo da arbitragem deu-se com o fenômeno da globalização e da intensificação do comércio internacional. Entretanto, a arbitragem não pode atender às expectativas esperadas de meio de resolução de controvérsia sem a importante contribuição do Estado. Essa interação para ser eficiente e atingir seus objetivos deve garantir o bom funcionamento do instituto de forma ativa e proporcionar regras gerais favoráveis e de identificação clara e fácil para que o árbitro possa contar com uma assessoria segura e previsível. A assessoria estatal, contudo, não possui somente o aspecto fundamental de garantir a força coercitiva que falta à arbitragem, mas de favorecer com seu controle a segurança das transações assegurando o respeito aos princípios norteadores do Direito.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Atlas
Cód. Barras 9788522459872
Altura 24.00 cm
I.S.B.N. 9788522459872
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Ano da edição 2010
Idioma Português
País de Origem Brasil
Número de Páginas 135
Peso 0.31 Kg
Largura 17.00 cm
AutorCouto,Jeanlise Velloso

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Árbitor e Estado - Interesses Divergentes