Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Promoção Visa Checkout

Aspectos das Missões - Rs (Cód: 2602585)

Quevedo, Julio

MARTINS LIVREIRO

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 22,00
Cartão Saraiva R$ 20,90 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Aspectos das Missões - Rs

R$22,00

Descrição

No ano de 1626 o jesuíta Roque Gonzalez de Santa Cruz atravessou o rio Uruguai, para fundar a primeira redução em terras gaúchas, era a aldeia religiosa de São Nicolau. Desde aquela data, os missionários não perderam mais de vista as terras sulinas, mesmo antes de serem denominadas Rio Grande do Sul.
As reduções do tape sucumbiram ante as atrocidades das Bandeiras mercantis escravagistas, lideradas pelos paulistas. A partir de 1682, novamente os padres empreenderiam o projeto de catequese dos guaranis, com fundação do povoado de São Borja. Em 1687 eles dilatariam o espaço missioneiro nas plagas rio-grandenses através da criação dos povoados de São Nicolau, São Miguel e São Luiz Gonzaga. Na década de noventa, mais dois foram construídos: São Lourenço (1691) e São João Batista (1697). Finalmente, no século XVII, em 1706, completou-se em solo gaúcho com Santo Angelo Custódio.
Ali, nos conhecidos Sete Povos, parcialmente da totalidade dos Trinta, desenvolveu-se uma experiência 'sui generis' de transculturação entre os guaranis e os valores da sociedade européia, filtrados via jesuítas. Os guarani-missioneiros viviam do que semeavam nas lavouras, da criação de gado e lucros no plantio da erva-mate.
Assim, homens e mulheres trabalhavam, até que o Tratado de Madrid (1750) trouxe a turbulência, desencadeada na Guerra Guaranítica (1754-1756). Mas o pior estaria por vir após 1768, quando da expulsão dos tutores jesuítas dos índios missioneiros. Assim, findo os 144 anos, sucumbia tragicamente a experiência missioneira.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora MARTINS LIVREIRO
Cód. Barras 9788586232411
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 8586232416
Profundidade 0.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 4
Ano da edição 1998
Idioma Português
Número de Páginas 146
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorQuevedo, Julio