Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta

Doris Lessing

País de origem: Reino Unido
Nascimento: 19 de outubro de 2018
Site: http://www.dorislessing.org/
Gêneros Romance
Doris Lessing, nasceu em 22 de outubro de 1919 e foi uma escritora britânica, autora da obra-prima O Carnê Dourado – um marco do feminismo na literatura. Recebeu o Prêmio Príncipe das Astúrias e o Prêmio Nobel de Literatura em 2007. Doris é a 11.ª mulher a ganhar este galardão nos seus 89 anos de história e a pessoa mais idosa que jamais o recebeu.

Doris foi educada na Escola Secundária do Convento Dominicano de Salisbúria e com 13 anos abandonou os estudos. Teve vários empregos, tomou conta das crianças de uma família, época em que se interessou pela leitura de artigos sobre política e sociologia e que começou a escrever.

Em 1949, publicou seu primeiro livro “A Canção da Relva”. Entre 1952 e 1956, Lessing militou no Partido Comunista britânico e participou de campanhas públicas contra as armas nucleares e contra o regime de Apartheid na África do Sul, que lhe custou o veto de sua entrada no país entre 1956 e 1995 e também na Rodésia, em 1956.

O seu livro mais famoso, e que representaria o seu lançamento como escritora consagrada, foi “O Carnê Dourado”, publicado em 1962, onde faz uma análise da personalidade e da criatividade feminina, que foi considerado um marco do feminismo na literatura.

Foram mais de 50 livros publicados, entre eles, três volumes sobre gatos, cinco volumes da série de ficção científica “Canopus em Argos” (1979-1983), “Diário do Bom Vizinho” (1983), e "A Boa Terrorista" (1985), sob o pseudônimo de Jane Somers. Em 1994 publicou o primeiro volume da autobiografia “Debaixo da Minha Pele”.

Em Outubro de 2007, Doris Lessing foi anunciada como agraciada do Nobel de Literatura.Com 87 anos de idade, foi até então, a pessoa mais idosa a receber essa honraria.

Doris Lessing faleceu em Londres, Inglaterra, no dia 17 de novembro de 2013.
Leia mais