Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Gil Vicente

País de origem: Portugal
Nascimento: 22 de agosto de 2017
Site:
Gêneros Literatura, Teatro
Gil Vicente nasceu em 1465 é considerado o primeiro grande dramaturgo português, além de poeta de renome. Iniciou o seu teatro em 7 de junho de 1502 e parece ter também desempenhado as tarefas de músico, ator e encenador. É considerado o pai do teatro português, ou mesmo do teatro ibérico, já que também escreveu em castelhano - partilhando a paternidade da dramaturgia espanhola com Juan del Encina.

Declamou em espanhol o “Monólogo do Vaqueiro”, também chamado “Auto da Visitação”. Como ficassem vivamente impressionados, os monarcas lhe pedem que recite de novo a peça por ocasião de Natal. E vez de repetir a peça inaugural, encena outra, o Auto Pastoril Castelhano. Confirmado o êxito, daí por diante leva o seu teatro, de feição notadamente popular, ate 1536, quando exibe “Floresta de Enganos”.

Escreveu 46 peças entre medievais, renascentistas, comédias e farsas, das quais se destacam as seguintes: “Auto da Alma”, “Trilogia das Barcas”, “Auto da Lusitânia”, etc.

Foi, o principal representante da literatura renascentista, anterior a Camões, incorporando elementos populares na sua escrita que influenciou, por sua vez, a cultura popular portuguesa.
Leia mais