Artboard 33Artboard 16Artboard 18Artboard 13Artboard 42Artboard 21Artboard 4Artboard 5Artboard 45Artboard 22Artboard 7Artboard 42Artboard 23Artboard 12Artboard 28Artboard 17?Artboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32Artboard 6Artboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11Artboard 41Artboard 11Artboard 23Artboard 10Artboard 4Artboard 9Artboard 6Artboard 8Artboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44Artboard 16Artboard 24Artboard 13Artboard 5Artboard 24Artboard 31Artboard 1Artboard 12Artboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44Artboard 9Artboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35Artboard 15Artboard 14Artboard 50Artboard 26Artboard 14Artboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37Artboard 46Artboard 33Artboard 8

Borralheiro (Cód: 3451591)

Carpinejar,Fabricio

Bertrand Brasil

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 42,90

em até 1x de R$ 42,90 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 40,76 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Borralheiro

R$42,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Uma revolução silenciosa tomou conta dos hábitos. Começou, de modo discreto, com uma maior participação na paternidade, seguiu para a cozinha, a lavanderia, e já se pode dizer que não há como contê-la. O homem é o novo dono do lar. O novo romântico. O novo casamenteiro. Não tem vergonha de chorar, lembra a data do primeiro beijo e conhece de cor e salteado onde ficam as toalhas e quais estão secas. Depois dos sucessos de Canalha! e Mulher perdigueira, Carpinejar retrata a mudança do comportamento masculino. Descobre agora o Borralheiro, personagem que não se sente menosprezado por cuidar das tarefas domésticas. Em altas doses de lirismo e humor, Carpinejar embarca em uma viagem sem volta pela residência. Passeia por cada cômodo, brincando com as diferenças do comportamento entre marido e mulher e destruindo condicionamentos do sexo e do amor. O escritor não foge de uma boa discussão de relacionamento, tanto que acha que a briga deveria ser profissionalizada com O Dia da DR. Em 100 crônicas, o escritor confidencia as estratégias divertidas de sedução e faz advertências saborosas para a rapaziada, como nunca mexer no umbigo da namorada ou apertar suas bochechas. Os segredos revelados são perigosos e com efeitos colaterais imediatos. Preocupado com uma possível epidemia carpinejariana, Luis Fernando Verissimo deflagra uma mobilização nacional: 'Protesto, em nome da classe. O Carpinejar não se contentou em ser o melhor dos novos poetas, também invadiu a nossa área com a mesma originalidade e já é um dos melhores cronistas do país. Ninguém sabe do que ele será capaz, no futuro, se não for detido... É preciso detê-lo. Não o encorajem. Falem mal dele. E, em hipótese alguma, comprem este livro!' Borralheiro converte o mais ínfimo cotidiano em teorias de sensibilidade, explorando o perfil dos tipos familiares como sogro, o tio, a mãe e os irmãos. O autor convida cada um a repensar a rotina e se apaixonar novamente pelo casamento. Se em Canalha!, ele indicava a importância dos bicos da caixa de leite, aqui divide com a mulher copos de requeijão e iogurte. Quando o leitor terminar a obra, estará varrendo a sala, limpando a vida, preparando a comida e as conversas, arrumando a cama e os pensamentos, colocando a roupa e a fragilidade no varal e atendendo aos caprichos insanos do outro. MOTIVOS PARA SER UM BORRALHEIRO: * Como todas as empresas estão imitando o ambiente do lar, vide Facebook, é mais confortável ser original e permanecer na própria casa.* O poder cansa, estressa, gera infarto. A submissão assegura longevidade. * Nada mais tranquilo do que viver de mesada. * Curtir a infância dos filhos, com uma disponibilidade pay-per-view.* Assistir aos canais de futebol a qualquer hora.* Aprender passos de Pole Dance e refinar fantasias sexuais.* Reclamar que nunca é valorizado pela família. * Especializar-se na arte da conspiração e da intriga. * Influenciar o comportamento dos outros pela fofoca. * Retomar a coleção de aeromodelismo da infância.* Discutir o relacionamento com mais frequência e ampliar o repertório de palavrões no estádio de futebol.* Manter-se livre dos tribunais e cobranças, pois nenhuma dona de casa foi processada até hoje* Aperfeiçoar o faro para infidelidade, com a possibilidade de mexer em bolsos, roupas e gavetas. * Ganhar isenção do Imposto de Renda.* Aproveitar o tempo livre para cursos, cinema e teatro.* Vingar-se da mãe cozinhando melhor do que ela.* Por fim, é sempre mais prazeroso puxar o saco da mulher do que do chefe.

Características

Peso 0.32 Kg
Produto sob encomenda Sim
Editora Bertrand Brasil
I.S.B.N. 9788528614978
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.50 cm
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788528614978
Número da edição 4
Ano da edição 2011
País de Origem Brasil
AutorCarpinejar,Fabricio