Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
Livro Digital

Ciberativismo e Noticiário - da Mídia Tordepedista Às Redes Sociais (Cód: 8882313)

Prado,Magaly

Alta Books (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 34,90
Cartão Saraiva R$ 34,90

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Ciberativismo e Noticiário - da Mídia Tordepedista Às Redes Sociais

R$34,90

Descrição

Em junho de 2013, o Brasil assistiu a uma cena histórica, quando quase dois milhões de manifestantes foram às ruas em mais de 300 cidades para protestar contra o aumento de preço nos transportes coletivos, a qualidade dos serviços médicos, os gastos públicos exorbitantes, a corrupção política, etc. Foi a maior mobilização desde o levante contra o presidente Fernando Collor de Mello, que teve adesão de 84% da população e levou ao seu impeachment, o primeiro da América Latina. Em 1992, os veículos de comunicação de massa foram os responsáveis pela disseminação das “verdades” por trás da eleição e do governo Collor, que incluíam, entre outros escândalos, loteamento de cargos públicos, cobrança de propinas de políticos e empresários e lavagem de dinheiro. 21 anos após os “caras pintadas” irem às ruas protestar em tom uníssono ao que liam e ouviam nos meios de comunicação, a forma de protesto é distinta. Agora, a população é quem faz uso massivo e ativo das redes sociais e das mensagens instantâneas. O ciberespaço é onde se sentem à vontade para expressar opiniões, donas de si mesmas e de sua liberdade. Em busca de uma melhor compreensão desse fenômeno, Magaly traz em Ciberativismo e noticiário: da mídia torpedista às redes sociais um estudo relevante para o leitor interessado não apenas no Jornalismo e nas tecnologias digitais que o transformam radicalmente dia após dia, mas também mostra como um ambiente instaurado nas redes — com consequências nas ruas — e a cobertura dele provocaram uma quebra de paradigma na imprensa tradicional, que está “insensível aos novos modos de reportar, para dar lugar (sem volta) a uma mídia livre e independente”.

Características

Produto sob encomenda Sim
Marca Alta Books (Edição Digital)
Cód. Barras 9999088823131
Acabamento ebook
Início da Venda 05/05/2015
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Gratuito Não
Tamanho do Arquivo 47197
Proteção Drm Sim
Número da edição 1
Ano da edição 2015
Idioma Português
Número de Páginas 284 (aproximado)
Peso 0.00 Kg
AutorPrado,Magaly

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Ciberativismo e Noticiário - da Mídia Tordepedista Às Redes Sociais