Artboard 33atençãoArtboard 18atualizarconectividadeArtboard 42boletocarrinhocartãoArtboard 45cartão SaraivacelularArtboard 42Artboard 23checkArtboard 28Artboard 17?compararcompartilharcompartilhar ativoArtboard 28Artboard 43Artboard 49Artboard 47Artboard 15Artboard 32ebookArtboard 22Artboard 5Artboard 25Artboard 1Artboard 42Artboard 11fecharfilmesArtboard 23gamesArtboard 4Artboard 9Artboard 6hqimportadosinformáticaArtboard 7Artboard 3Artboard 12Artboard 25Artboard 34Artboard 43Artboard 44curtirArtboard 24Artboard 13livrosArtboard 24Artboard 31menumúsicaArtboard 27Artboard 30Artboard 36Artboard 44outrospapelariaArtboard 17Artboard 6Artboard 27Artboard 30Artboard 29Artboard 26Artboard 2Artboard 20Artboard 35estrelaestrela ativorelógiobuscaArtboard 50Artboard 26toda saraivaArtboard 40Artboard 21Artboard 10Artboard 37usuárioArtboard 46Artboard 33Artboard 8seta
e-book

Cidadania e liberdade de discurso (Cód: 7033675)

Barros,Rafael Cardoso De

Editora Kiron (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 22,00

em até 1x de R$ 22,00 sem juros

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Cidadania e liberdade de discurso

R$22,00

Descrição

É o cidadão brasileiro livre para dizer publicamente que todos os torcedores do Fluminense estão errados na escolha do seu time de futebol porque ele nunca ganhou um título da Copa Libertadores da América, e que deveriam, então, torcer para o Flamengo que tem o título sulamericano e um título mundial? Ou, ainda, é livre um flamenguista para dizer publicamente que detesta vascaínos, não os aceita em sua casa e nunca concordaria com o casamento de sua filha com um deles?

Em um país com tanta tradição no futebol parece que qualquer um daria uma resposta afirmativa a essas perguntas, sem que sequer tivesse passado os olhos no texto da Constituição Federal ou mesmo tivesse qualquer compreensão acerca de direitos humanos fundamentais, pois não é difícil pensar que se o cidadão é livre para escolher o time que ele quer torcer, ele é livre para manifestar as razões de sua escolha e sua desaprovação em relação à escolha dos outros que torcem para times diferentes.

Tomando o futebol como exemplo para uma discussão sobre liberdade de manifestar publicamente o pensamento acerca da aprovação ou reprovação de ação ou opção tomada por outros indivíduos, não parece haver maiores dúvidas ou complicações, mas basta tomar outros exemplos, em assunto mais sensíveis do que o futebol, para ver que a discussão é mais complexa. Mudem-se as perguntas.

É o cidadão ateu livre para dizer publicamente que todos os cristãos são ignorantes e que estão errados em acreditar em um Deus invisível que se fez homem, veio à Terra, ensinou o único caminho verdadeiro, sacrificou-se pelos erros dos homens, depois de três dias ressuscitou e que julgará todos os homens no pós-morte? É livre o cidadão heterossexual para dizer publicamente que não gosta de homossexuais, que não os aceita em sua casa e que nunca concordaria com o casamento de seu filho com outro homem?

Só mesmo com um estudo profundo acerca da relação entre a cidadania e a liberdade de discurso dentro do regime democrático brasileiro, tal como este livro se propõe a fazer, é que se poderá encontrar pistas para as respostas dessas indagações.

Características

Produto sob encomenda Não
Marca Editora Kiron (Edição Digital)
Cód. Barras 9788581132488
Acabamento e-book
Início da Venda 20/02/2014
Territorialidade Brasil
Formato Livro Digital Epub
Gratuito Não
Tamanho do Arquivo 823
Proteção Drm Sim
Número da edição 1
Ano da edição 2013
Idioma Português
Ano da Publicação 2013
Mês da Publicação JANEIRO
VOLUME 1
Peso 0.00 Kg
AutorBarros,Rafael Cardoso De