Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Com o Cérebro na Mão - No Século Que Gosta de Si Mesmo (Cód: 9144494)

Coelho, Teixeira

Iluminuras

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 28,00
Cartão Saraiva R$ 26,60 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Com o Cérebro na Mão - No Século Que Gosta de Si Mesmo

R$28,00

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

As inovações tecnológicas estão alterando em alta velocidade a ideia de cultura e o próprio sentido de vida humana. A produção de bens culturais nunca foi tão intensa, o consumo de cultura assume novas formas e profissões aparentemente estáveis, como as de analista financeiro e crítico de arte, são hoje substituídas por programas de computador – do qual o cérebro na mão é sua metáfora mais aguda. O ser humano começa a ter uma vida mais longa num ambiente cada vez menos amigável enquanto a humanidade, anotou Walter Benjamin há um bom tempo, prepara-se para sobreviver à civilização. Neste texto breve e intenso, Teixeira Coelho traça um quadro da cultura contemporânea e das forças que a tensionam. Se for possível explicar a um viajante do tempo, ou a um contemporâneo, o que é e o que faz um telefone celular, será possível entender o que é a cultura contemporânea e sua dinâmica. Explicá-lo pode não ser tarefa simples; mas é viável pelo menos desenhar dois grandes quadros da dinâmica cultural atual, um relativo a seu hardware – materializado no sistema de produção cultural – e o outro referente ao software que define o conteúdo desses bens culturais e os modos de sua formação e disseminação. Hoje as pessoas literalmente andam com um cérebro sempre disponível na mão mesmo se pareça faltar uma conexão com o cérebro que fica sobre os ombros. Essa reconexão, caso se faça, dificilmente poderá evitar a reintrodução em cena de um velho ator social, o valor, e o descarte de antigos conceitos e programas hoje saturados em sua concepção e efeitos. As reflexões deste livro assumem a forma de ideias experimentais partindo do pressuposto de que é sempre necessário fazer novas perguntas para obterem-se novos resultados, particularmente num campo como o da política cultural acostumado à repetição de velhos conceitos que geram respostas consagradas mas nem por isso adequadas. Homero já descrevia, na Ilíada e na Odisseia, os autômatos de Hefaístos que, com o dom de pensar, falar e fazer, e parecendo pessoas vivas, andavam por si sós ao redor de seu construtor facilitando-lhe as tarefas. Esse velho sonho da humanidade realizou-se mais do que seria possível esperar – e ao mesmo tempo vale lembrar que é sempre preciso ter cuidado com o que se deseja. Com o cérebro na mão é um breve ensaio sobre este tempo radical cheio de promessas de vida ampliada e, no entanto, instável e incerta.

Características

Produto sob encomenda Não
Editora Iluminuras
Cód. Barras 9788573214826
Altura 23.00 cm
I.S.B.N. 9788573214826
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2015
Idioma Português
Número de Páginas 80
Peso 0.13 Kg
Largura 16.00 cm
AutorCoelho, Teixeira

Avaliações

Avaliação geral: 0

Você está revisando: Com o Cérebro na Mão - No Século Que Gosta de Si Mesmo