Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Demasiado Humano (Cód: 8727703)

Evan do Carmo

Clube de Autores (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 18,30
Cartão Saraiva R$ 18,30

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Demasiado Humano

R$18,30

Descrição

Pois sou humano Não me fales de angústias nem de medos, pois sou humano não me fales de equívocos e desengano, pois sou humano… Não me fales de dores, de cabeça ou de consciência, de insônias ou de sonhos abortados, pois sou humano. Não me fales de desejos secretos ou de esperanças vãs, pois, como tu, nasci chorando, assustado com a face tenebrosa da incerteza. Não me fales da miséria cultural que nós herdamos, pois dela me alimento todos os dias e repito os enganos dos meus pais. Não me fales do futuro que me espreita, como uma hiena pronta a estrangular os sonhos das crianças, pois já fui criança, reconheço muito bem o meu passado. Não me fales da estupidez dos homens que mesmo amando às vezes matam ou da meiguice virtuosa das mulheres que por amor fingem tanto e nos maltratam. Não me fales da poesia da aurora pois sou humano, quando devia ser poeta. Não me fales dos enigmas que não queremos decifrar, do medo da guerra que esquecemos, se à noite é o dinheiro que nos impede de sonhar. Não, não me fales destas coisas sem importância, pois na vida, cedo ou tarde tudo perde a importância, a convivência com a humanidade me fez indiferente, insensível às dores do meu semelhante, todavia, não me julgues, não me queiras mal, pois afinal, eu sou humano.

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca Clube de Autores (Edição Digital)
Idioma Português
Acabamento e-book
Territorialidade Internacional
Formato Livro Digital Pdf
Proteção Drm Sim
Tamanho do Arquivo 775
Início da Venda 26/02/2015
VOLUME 1
Cód. Barras 2999990176468
Número da edição 1
Ano da edição 2014
Ano da Publicação 2014
Mês da Publicação NOVEMBRO
AutorEvan do Carmo