Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8
e-book

Eros e Civilização - Uma Interpretação Filosófica do Pensamento de Freud (Cód: 8892338)

Marcuse, Herbert

LTC Editora (Edição Digital)

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 86,00 em até 2x de R$ 43,00 sem juros
Cartão Saraiva R$ 86,00 ou em até 4x de R$ 21,50 sem juros

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 2x sem juros de R$ 0,00


Eros e Civilização - Uma Interpretação Filosófica do Pensamento de Freud

R$86,00

Compre junto:

Nome do produto

Descrição

'quot;Conheça a oitava edição do clássico Eros e Civilização - Uma Interpretação Filosófica do Pensamento de Freud, completamente revista e publicada em consonância com o novo acordo ortográfico.
Na teoria freudiana, a civilização surge-nos estabelecida em contradição com os instintos primários e o princípio de prazer, na permanente subjugação dos instintos humanos. A livre gratificação das necessidades do homem seria, pois, incompatível com a sociedade civilizada: dilação e renúncia na satisfação constituem pré-requisitos do progresso.
Para Marcuse, porém, a própria concepção teórica de Freud parece refutar a firme negação deste, da possibilidade histórica de uma civilização não repressiva. Opondo-se às escolas revisionistas neofreudianas, afirma que a teoria de Freud é 'quot;'quot;sociológica'quot;'quot; em sua substância, que o 'quot;'quot;biologismo'quot;'quot; é teoria social em uma dimensão profunda e que, portanto, nenhuma nova orientação cultural ou sociológica é necessária para revelar essa substância. Admite, ainda, que as próprias realizações da civilização dominadora parecem criar as precondições para a abolição da repressão e transformação da sociedade.
Em um candente prefácio político - escrito em 1966 para uma das edições deste livro -, Herbert Marcuse destaca o fato de a moderna sociedade industrial depender cada vez mais da produção e do consumo do supérfluo, do obsoletismo planejado e dos meios de destruição. Localiza o 'quot;'quot;inferno'quot;'quot; nos guetos da sociedade afluente e nas áreas cruciais dos países em desenvolvimento e interpreta a propagação da guerra de guerrilhas no apogeu do século tecnológico como um acontecimento simbólico - a energia do corpo humano revolta-se contra a repressão intolerável e lança-se contra as máquinas da repressão. Trata-se, portanto, de uma temática ainda bem atual, que pode ser aplicada na compreensão do comportamento da sociedade do século XXI.'quot;

Características

Peso 0.00 Kg
Produto sob encomenda Sim
Marca LTC Editora (Edição Digital)
Acabamento e-book
Gratuito Não
Proteção Drm Não
Cód. Barras 9788521629375
AutorMarcuse, Herbert