Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Escravidão e Política - Brasil e Cuba, 1790-1850 (Cód: 3410037)

Berbel,Marcia; Marquese, Rafael; Parron,Tâmis

HUCITEC

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 60,00

em até 2x de R$ 30,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 57,00 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 2x sem juros de


Escravidão e Política - Brasil e Cuba, 1790-1850

R$60,00

Descrição

 Não obstante seus caminhos políticos terem sido distintos, Brasil e Cuba compartilharam, dado o peso do escravismo, uma história comum ao longo do século XIX. Tal unidade datava de fins do século XVIII, fruto dos planos ilustrados para a recuperação econômica de Portugal e Espanha bem como da resposta que as classes proprietárias da América porutuguesa e do Caribe deram ao colapso da colônia francesa de Saint-Domingue, e se solidificou econômica e politicamente nas primeiras décadas do século seguinte. Após 1820, Brasil e Cuba foram as únicas regiões do Novo Mundo que continuaram sendo alimentadas por uma enorme tráfico transatlântico de africanos escravizados. Em razão disso, suas economias escravistas apresentaram grande dinamismo, rapidamente convertendo os dois espaços nos maiores produtores mundiais de café e de açúçar, mas, também por conta do tráfico negreiro, as classes proprietárias brasileiras e cubanas tiveram que enfrentar a forte pressão diplomática britânica. Suas trajetórias políticas foram igualmente singulares: em um mar de repúblicas, de norte a sul  do continente americano, o Império do Brasil e a colônia espanhola de Cuba representaram casos ímpares. Nas experiências constitucionais em que se acordaram tais soluções políticas (Brasil como monarquia independente, Cuba como província ou colônia da monarquia espanhola), a plataforma escravista dos representantes brasileiros e cubanos acabou sendo decisiva.

Características

Peso 0.59 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora HUCITEC
I.S.B.N. 9788579700347
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 396
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788579700347
Número da edição 1
Ano da edição 2010
País de Origem Brasil
AutorBerbel,Marcia; Marquese, Rafael; Parron,Tâmis