Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Estrela da Manhã (Cód: 4088925)

Bandeira, Manuel

GLOBAL

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 35,00
Cartão Saraiva R$ 33,25 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Estrela da Manhã

R$35,00

Descrição

O mundo concreto e o universo dos sonhos. O coloquialismo lírico e o emprego com maestria das formas tradicionais da arte de versejar, como o rondó, a cantiga e a balada. Neste 'Estrelas da Manhã', publicado pela primeira vez em 1936, Manuel Bandeira principia com o poema que dá titulo ao livro, composição ao livro, composição que sinaliza o desejo ávido do poeta pelo despojamento. Traz também outros poemas que se tornaram célebres, como 'Canção das duas Índias', 'Poema do beco', 'Balada das três mulheres do sabonete Araxá', 'Momento num café' e 'Trem de ferro'. Em outras momentos ainda, Bandeira transcende as fronteiras até então conhecidas do ofício poético e atreve-se, com grande estilo, a conceber composições de teor negativo, preciosidades como 'O desmemoriado de Vigário Geral' e 'Tragédia brasileira'.
Com sua sensualidade pulsante e sua escrita lapidar, Manuel Bandeira atingiu de modo natural seu lugar entre os maiores poetas brasileiros.

Características

Peso 0.15 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora GLOBAL
I.S.B.N. 9788526017030
Altura 23.00 cm
Largura 13.70 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 94
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788526017030
Número da edição 1
Ano da edição 2012
AutorBandeira, Manuel