Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Existem Crocodilos No Mar (Cód: 3429847)

Geda, Fabio

Fontanar

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 29,90 R$ 23,90 (-20%)
Cartão Saraiva R$ 22,71 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Existem Crocodilos No Mar

R$23,90

Quer comprar em uma loja física? Veja a disponibilidade deste produto

Entregas internacionais: Consulte prazos e valores de entrega para regiões fora do Brasil na página do Carrinho.

ou receba na loja com frete grátis

X
Formas de envio Custo Entrega estimada

* Válido para compras efetuadas em dias úteis até às 15:00, horário de Brasília, com cartão de crédito e aprovadas na primeira tentativa.

X Consulte as lojas participantes

Saraiva MegaStore Shopping Eldorado Av. Rebouças, 3970 - 1º piso - Pinheiros CEP: 05402-600 - São Paulo - SP

Descrição

Enaiatollah Akbari, 22 anos, revela que atravessar o Paquistão, o Irã, a Turquia e chegar à Europa, depois de ser abandonado pela mãe, de cair na rede do tráfico humano e de viajar durante dias trancado num caminhão com dezenas de homens sem banheiro, não teve nada a ver com coragem. “Foi sorte”, explica. Existem crocodilos no mar, bestseller italiano que conta sua vida, parece ficção, mas é a história verídica do menino afegão que foi abandonado pela mãe numa cidade nova, num país estranho, aos dez anos de idade. Sair do Afeganistão era sua única esperança de sobrevivência. Akbari deixou a escola e as brincadeiras infantis para embarcar numa odisseia por dois continentes.

“Quer saber? O fato é que eu não esperava que ela fosse embora de verdade. Não quando você tem 10 anos e ela o põe para dormir à noite. (...) Mesmo que sua mãe, antes de colocá-lo para dormir, tenha segurado sua cabeça, apertando- a contra o peito por um tempão, mais do que de costume, e dito: Três coisas você não deve fazer na vida, Enaiat jan, por nenhum motivo. A primeira é usar drogas. (...) A segunda é usar armas. (...) A terceira é roubar. O que é seu lhe pertence, o que não é seu, não. Seja acolhedor e tolerante com todo mundo. Prometa que fará isso. Prometido”, conta Akbari.

Cinco anos mais tarde, Enaiatollah pôs os pés em um novo continente, sem quebrar nenhuma de suas promessas, e retomou seus estudos e sua infância. Depois de conhecer Fabio Geda, resolveu lhe contar sua incrível história de sobrevivência e superação. Durante oito meses o jornalista italiano conversou com Akbari e escreveu o que se transformou em um sucesso de vendas que em breve ganhará uma versão cinematográfica.

O livro começa quando a mãe de Enaiatollah, viúva há quatro anos, leva o filho para o Pasquitão com medo que os pashtun (etnia afegã) o tomem como escravo. “Todos os dias eram difíceis. Em cinco ou seis anos tive medo. Quando atravessei a montanha ou viajei dentro do caminhão durante dias com pouca água, foi muito duro. Mesmo a primeira viagem para entrar no Paquistão”, conta o menino.

A biografia romanceada é interrompida por diálogos verídicos entre Enaiatollah e o jornalista. “Não queria que o leitor se esquecesse de que era uma história verdadeira. É também uma forma de relembrar a importância de escutar os outros, de contar histórias. Dedicamos pouco tempo escutando as pessoas. Este livro é um modo de transformar a massa dos imigrantes clandestinos que vemos nos jornais em histórias mais próximas, com um rosto”, explica Fabio.

Existem Crocodilos no Mar reflete a geografia árida do preconceito, constituindo um relato pessoal de acontecimentos dramáticos, amizades verdadeiras e sonhos singelos de um menino que só queria ter uma vida normal. Sua força interior e seu senso de humor são provas de que nem as mais terríveis adversidades são capazes de roubar o sorriso e a inocência da infância.

Características

Produto sob encomenda Sim
Editora Fontanar
Cód. Barras 9788539002221
Altura 21.00 cm
I.S.B.N. 9788539002221
Profundidade 1.00 cm
Acabamento Brochura
Número da edição 1
Ano da edição 2011
Idioma Português
Número de Páginas 176
Peso 0.44 Kg
Largura 14.00 cm
AutorGeda, Fabio

Avaliações

Avaliação geral: 5

Você está revisando: Existem Crocodilos No Mar

NeideMendes recomendou este produto.
04/04/2014

Li e recomendo!

O livro intitulado “existem crocodilos no mar”, escrito por Fabio Geda. Conta a história de um menino afegão, Enaiatollah Akbari, que foi levado por sua mãe para o Paquistão, após ser envolvido por problemas de convívio entre grupos étnicos. Sozinho, Enaiat foi forçado a tentar sobreviver.
No Paquistão teve início sua odisseia, que o levou do Paquistão para o Irã, Turquia, Grécia e, finalmente, para a Itália, onde encontrou uma família, que o acolheu como seu próprio filho.
No caminho Enaiat ganhou e perdeu amigos, encarou afazeres, que deveriam ser executados por adultos, em alguns momentos pode ser criança, quando conseguia brincar com os companheiros. Como imigrante ilegal, enfrentou perseguições, teve medo e dor nas suas várias evasões entre um lugar e outro.
Na sua trajetória do Afeganistão a Itália conheceu múltiplas paisagens, porém não tinha o olhar voltado para elas, seu dia a dia era apenas voltado para a sobrevivência. Em caminhos desconhecidos, enfrentou a dor, o frio e a fome. Nas mãos de traficantes, em transportes ilegais e improvisados o mais importante era sair vivo.
Na história é gritante a discriminação em função da etnia e da orientação religiosa.
Lendo o livro “existem crocodilos no mar”, você conhece a história de um menino, e ganha à consciência da história de vida de tantas outras crianças, que enfrentam os mesmos problemas vividos por Enaiat, em diversos lugares do mundo.
Uma história que traz a expectativa, de que as vozes que estão abafadas possam ser ouvidas. Um grito de coragem, que deve atravessar as fronteiras e levar esperanças para os que vivem a margem da liberdade.
A história mostra que ainda podemos acreditar nas pessoas. É fundamental o papel da família que adotou Enaiat. Que todos nós podemos participar da construção de um mundo melhor.
Uma história para ler e refletir sobre a nossa posição frente à sociedade.

Neide Mendes
Esse comentário foi útil para você? Sim (1) / Não (0)
Marcia recomendou este produto.
04/12/2013

Lindo!!!

Um livro que vai fazer você chorar de rir e se emocionar até as lágrimas! Vale a pena ler, nos faz refletir sobre tudo!
Esse comentário foi útil para você? Sim (1) / Não (0)