Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Explicações da Poesia de Hölderlin (Cód: 8002798)

Heidegger,Martim

Unb

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 50,00

em até 1x de R$ 50,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 47,50 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Explicações da Poesia de Hölderlin

R$50,00

Descrição

O presente volume reúne seis ensaios do filósofo alemão Martin Heidegger (1889-1976), escritos entre 1936 e 1968. Para ele, a arte é um assunto importante. Se o páthos característico do filósofo é o estranhamento e a recusa da sabedoria convencional, então o pensamento não radica o homem na sua época e lugar. Por isso, poesia e pensamento sempre diferirão. A poesia é, no sentido de Heidegger dá a estes termos, fundadora de um lar histórico para os povos – como em Homero e todos os grandes poetas. A poesia de Hölderlin mostra ao homem moderno a sua época e lugar como sendo aqueles do qual os deuses fugiram. Uma poesia que anuncia o retiro dos deuses para uma outra esfera, enquanto os homens permanecem mergulhados na noite da indigência, nãoparece oferecer grandes perspectivas de uma retomada do papel histórico da arte. As explicações da poesia de Hölderlin são motivadas pela crença que esse papel persiste, mesmo quando dormente, do mesmo modo como a poesia de Hölderlin foi, durante muito tempo, quase secreta. Por um lado, a poesia tem por tarefa anunciar o lançamento do homem moderno na ausência de destino. Por outro, ele canta o vínculo, ainda não completamente partido, que une os deuses, os homens, a terra e o céu.

Características

Peso 0.31 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Unb
I.S.B.N. 9788523010898
Altura 22.00 cm
Largura 15.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 224
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788523010898
Número da edição 1
Ano da edição 2013
AutorHeidegger,Martim