Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 15 Artboard 21 Artboard 1 Artboard 2 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 9 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 8 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 13 Artboard 23 Artboard 10 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 20 Artboard 6 Artboard 11 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 19 Artboard 7 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 4 Artboard 14 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 12 Artboard 17 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 19 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 18 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 48 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 16 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 29 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 3 Artboard 3 Artboard 46 Artboard 8

Fantasmas Não Andam de Montanha Russa (Cód: 8003090)

Adalberto Souza

Buqui

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 35,00
Cartão Saraiva R$ 33,25 (-5%) em até 1x no cartão

Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total: R$0,00

Em até 1x sem juros de R$ 0,00


Fantasmas Não Andam de Montanha Russa

R$35,00

Descrição

A literatura e a arte poética, em particular, têm sido marcadas, ao longo dos séculos, por uma busca incessante pela renovação da linguagem e por novas formas. O poeta norte-americano, Ezra Pound, já dizia que poesia é linguagem carregada de sentido. E encontrar formas de carregar a palavra cansada e esgotada do dia-a-dia com novos sentidos, capazes de não só causar estranheza ao leitor, mas de descortinar novos olhares é a tarefa árdua do - a poeta. A poesia, também já dizia Pound, é a arte de trabalhar constantemente a palavra, no esforço de “tratar diretamente a coisa”, seja no campo abstrato ou objetivo a arte de subtrair o excesso e de usar apenas as palavras necessárias. Dessa forma, com versos curtos, secos e diretos - períodos milimetricamente cortados, para dar a ênfase devida em cada palavra, que traz consigo uma força única e particular, e deve assim ser lida -, Adalberto Souza, em Fantasmas não andam de Montanha Russa, nos presenteia com um exercício de sensibilidade e precisão linguística que nos tira o ar. Nessa série de poemas, somos arrancadas - os à força de nossa zona de conforto para mergulhar nos fossos da paixão nas profundezas da agonia existencial na dor e angústia das incertezas da vida no tédio do dia e da inevitável noite nos desencantos dos encantos desfeitos, mas também na entrega incondicional e na leveza do amor novo e doce, assombrado, ou não, pelos fantasmas silenciosos, que nos cercam invisíveis, passos engolidos por uma areia movediça. Ana Cecília Acioli Lima

Características

Peso 0.14 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Buqui
I.S.B.N. 9788583380474
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.00 cm
Número de Páginas 116
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788583380474
Número da edição 1
Ano da edição 2014
AutorAdalberto Souza