Artboard 33 Artboard 16 Artboard 18 Artboard 42 Artboard 21 Artboard 5 Artboard 45 Artboard 22 Artboard 42 Artboard 23 Artboard 17? Artboard 28 Artboard 43 Artboard 49 Artboard 47 Artboard 38 Artboard 32 Artboard 22 Artboard 5 Artboard 25 Artboard 1 Artboard 42 Artboard 11 Artboard 41 Artboard 23 Artboard 4 Artboard 9 Artboard 6 Artboard 7 Artboard 3 Artboard 12 Artboard 25 Artboard 34 Artboard 43 Artboard 44 Artboard 39 Artboard 24 Artboard 13 Artboard 24 Artboard 31 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 36 Artboard 44 Artboard 17 Artboard 6 Artboard 27 Artboard 30 Artboard 29 Artboard 26 Artboard 2 Artboard 20 Artboard 35 Artboard 15 Artboard 14 Artboard 50 Artboard 26 Artboard 40 Artboard 21 Artboard 10 Artboard 37 Artboard 46 Artboard 8

Igreja: Vocação Para A Desobediência - Uma Leitura da Declaração de Barmen Feita A Partir da Teologi (Cód: 9175171)

César Silveira,Julio

Editora Prismas

Ooopss! Este produto está temporariamente indisponível.
Mas não se preocupe, nós avisamos quando ele chegar.

Ooops! Este produto não está mais a venda.
Mas não se preocupe, temos uma versão atualizada para você.

Ooopss! Este produto está fora de linha, mas temos outras opções para você.
Veja nossas sugestões abaixo!

R$ 58,00

em até 1x de R$ 58,00 sem juros
Cartão Saraiva: 1x de R$ 55,10 (-5%)

Total:

Em até 1x sem juros de


Crédito:
Boleto:
Cartão Saraiva:

Total:

Em até 1x sem juros de


Igreja: Vocação Para A Desobediência - Uma Leitura da Declaração de Barmen Feita A Partir da Teologi

R$58,00

Descrição

Igreja: vocação para desobediência pretende lançar luzes sobre as condições históricas e políticas que favoreceram o apoio maciço da cristandade protestante alemã ao nazismo, e a correlação de pressupostos teológicos do cristianismo positivo, a versão nazista do cristianismo, com os do protestantismo liberal. Todavia, o objetivo principal dessa obra não é ser, sobretudo, uma literatura crítica, de denúncia de um passado mal contado, de desconstrução da imagem de ícones, de personagens e de instituições. Certamente essa literatura não pretende passar a falsa impressão de que o protestantismo alemão só deu testemunhos de pusilanimidade e de vilania durante o regime nazista. A Declaração de Barmen, que é objeto de análise desse livro, prova o contrário, assim como o testemunho de não poucos heróis da resistência, como Dietrich Bonhoeffer, que testemunhou com sua vida e com sua morte a lealdade e a radicalidade do seu compromisso com o Evangelho. O objetivo principal desse trabalho é afirmar a centralidade da Palavra de Deus, isto é, do testemunho histórico de Jesus Cristo como chave hermenêutica das Bíblia e como critério, filtro e medida de toda teologia que pretende ser fiel à revelação, ou seja, espírito das Escrituras. E, consequentemente, alertar para as perigosas consequências da relativização desse princípio elementar, de se tomar palavras humanas como divinas ao subordinar a teologia a ideologias. Para essa empreitada nos servimos principalmente da teologia de Karl Barth e auxiliarmente da psicologia analítica de Carl Gustav Jung.

Características

Peso 0.34 Kg
Produto sob encomenda Não
Editora Editora Prismas
I.S.B.N. 9788568274118
Altura 21.00 cm
Largura 14.00 cm
Profundidade 1.60 cm
Número de Páginas 223
Idioma Português
Acabamento Brochura
Cód. Barras 9788568274118
Número da edição 1
Ano da edição 2015
AutorCésar Silveira,Julio